Oficina

Ruídos que o carro faz podem ser bons alertas

Ter afinidade com o veículo pode ajudar na hora de saber se algo está errado, principalmente apurando os ouvidos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/04/2018 18:04 / atualizado em 16/04/2018 18:08 Débora Eloy

É quase unânime entre os motoristas, quanto mais afinidade entre condutor e veículo, mais fácil fica a condução. E fica mais fácil também detectar quando existe algum problema com os componentes, que podem ser de grande importância. Para os mais atentos, aquele problema no balanceamento ou um pneu que esteja mal ajustado, podem ser notados mais rápido por um ruído diferente do normal. Isso pode, inclusive, evitar avarias maiores e até mesmo acidentes. É importante destacar que, ao menor sinal de ruído estranho, o proprietário deve levar o carro até uma oficina e seguir as revisões programadas pelas montadoras.

 

Laerte Silvino / Arte / DP
 

 

Amortecedores
Talvez, os mais fáceis de identificar sejam problemas nos amortecedores. Quando este componente precisa de reparos, o veículo apresenta trepidações constantes e perda na estabilidade. Sons semelhantes a um “toc-toc” podem indicar problemas nos amortecedores e podem ser ouvidos, geralmente, na hora de passar por uma lombada ou quando o carro cai em um buraco. É possível também que barulhos estranhos na hora de esterçar o volante estejam relacionados a problemas no componente.


Pneus
Outro barulho semelhante a um “toc-toc”, mas mais parecido com um ventilador em funcionamento, pode estar relacionado aos pneus. É importante observar se o ruído vem de alguma das rodas. Isso pode indicar que o item esteja folgado. Caso o som seja identificado, é indicado verificar se os pneus não estão ovalados e tentar observar se a banda de rodagem e banda lateral possui desgastes irregulares e se não existem protuberâncias ou bolhas que podem ter se formado em impactos.


Ar-condicionado
Um ruído contínuo de fundo ao ligar o equipamento de refrigeração do carro pode indicar problemas no compressor do ar-condicionado. O mais provável é que exista uma falta de torque no compressor, ou a tubulação de gás esteja em atrito com outros componentes, ou ainda que esteja com excesso de gás no compressor. Isso pode ser seguido também da falta de resfriamento dentro da cabine do veículo, seguido do barulho do ventilador do sistema de ar-condicionado.


Radiador
Não colocar água no radiador pode causar aquecimento no motor e levar a danos mais sérios, como a parada deste no meio da via. Por isso, é importante ficar atento ao nível de água com regularidade, ficar atento ao que está sendo exibido pelo termômetro no painel, além de observar a existência de ruídos estranhos no veículo. Caso seja detectado um som parecido com um vazamento, é importante checar o reservatório e verificar se o nível de água não está diminuindo rápido demais.


Pastilha de freio
Pisar no freio e ouvir um barulho agudo, como se algo estivesse raspando na roda do carro ao esteçar, pode significar que as pastilhas estão desgastadas, ou de tamanhos diferentes. A recomendação geral é de que esses componentes sejam trocados a cada 30 mil km rodados. Se esse ruído for ouvido pouco depois da troca, isso pode significar má qualidade do produto ou que estão muito duras. Pastilhas desgastadas podem, inclusive diminuir a vida útil dos discos de freio dos veículos.

 

 


Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
20 de setembro de 2018
19 de setembro de 2018
18 de setembro de 2018