Oficina

Amassou a lataria, e agora?

A depender do estado, pequenas avarias podem ser resolvidas pelo próprio proprietário. Confira como proceder em cada situação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/11/2018 09:10 Gustavo Carvalho


Pequenos reparos podem ser resolvidos com polimento. Foto: Piera Lobo / Esp. DP - Pequenos reparos podem ser resolvidos com polimento. Foto: Piera Lobo / Esp. DP
Ao dirigir um carro, motoristas podem estar sujeitos a diversas situações. É possível que em algum momento, ao trafegar ou passar por um estacionamento estreito, por exemplo, ocorra a danificação da lataria acidentalmente. Pequenos amassados no carro são um probleminha bem chato. Não interferem em nada no funcionamento e, a depender da gravidade, nem mesmo no visual geral do carro. Porém, na hora de vender são motivos para depreciação do carro, diminuindo o preço de forma muitas vezes injusta. 

Em muitos casos, em vez de levar para uma oficina - que vai cobrar caro pelo conserto - você pode resolver estes problemas com simples técnicas que vão amenizar esses danos e, em alguns casos, consegue-se reparar a avaria por completo. Mas, atenção: nem todo veículo poderá responder da mesma forma. Portanto, é imprescindível fazer o teste. 

Desentupidor doméstico 

 
A remoção dos amassados básicos geralmente podem ser feitas com o uso de um desentupidor comum. Este método será mais fácil com instrumentos grandes que não contenham furos ou dobras. Para fazer, coloque firmemente o desentupidor no local amassado, assegurando que ele esteja bem colocado. Se segure de forma segura antes de empurrar firmemente. Esse movimento pode permitir que o metal seja deslocado para a localização original. 

Desamassador de lataria

A gama de pistões e alças disponíveis nas lojas criadas para eliminar amassados é grande. A maioria se assemelha como um entupidor doméstico padrão, em tamanho pequeno. Na prática, eles permitem que você extraia o ar manualmente para criar um selo hermético. Este método de reparo não exigirá mais trabalho, embora seja verdade que eles são um pouco mais caros, porém, o proprietário do veículo terá uma ferramenta para usar em qualquer eventualidade.

Martelo de borracha
 
Se o condutor tem acesso à parte de trás do local que sofreu o amassado, um martelo de borracha pode ser um método muito útil para eliminar os danos. Nas batidas maiores que aparecem em certas áreas, como no capô do carro, deve-se usar cuidadosamente o martelo na parte de trás do mesmo para colocar o metal de volta na posição original. Para evitar novos danos ao local, não hesite em realizar gradualmente o processo, verificando continuamente o progresso.

Martelo convencional 
 
Um martelo de metal padrão também pode ser usado no processo de remoção de amassados do carro, especificamente para danos menores e desiguais. O item deve ser usado na parte traseira do painel do corpo para forçar o metal de volta à sua posição original. Além disso, a cabeça da ferramenta deve ser arredondada e não deve ser coberta com pano para evitar algum tipo de dano desnecessário.

Água fria e quente
 
Este método é bastante útil se feito da maneira correta. O truque é usar a água o mais quente possível, e, depois, o mais frio possível. Primeiro, deve-se espalhar a água quente em todo o amassado, certificando-se de que passa pela área desejada e em seguida, fazer o mesmo com a água fria. Com isso, a parte amassada fica mais maleável, permitindo que o proprietário pressione levemente para fora a área danificada, desfazendo o amasso.


Secador de cabelos
 
Um secador de cabelos também pode ser bastante útil. Para realizar o reparo da parte amassada, basta apontar o aparelho na área danificada e deixe-o esquentar o para-choque por cerca de cinco minutos. Em seguida, utilize a mão para corrigir o amassado. A técnica funciona e há poucos riscos de danificar o carro. Nas oficinas, o equipamento utilizado é um soprador térmico, que faz um trabalho parecido com o secador de cabelos, porém é mais potente.
 
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
10 de dezembro de 2018