Test Ride

Honda X-ADV é o melhor scooter, só deveria custar menos

Montadora oferece na motocicleta proposta de uso na cidade ou no interior com estilo impecável

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/07/2018 16:10 Jorge Moraes /Diario de Pernambuco

O X-ADV da Honda bem que poderia ser feito no polo automotivo de Manaus e o fabricante exportar o modelo para os mercados dos países vizinhos. Mas a realidade é outra e o big scooter, que utiliza a força da NX 750X, vem do Japão para direito de poucos que podem desembolsar R$ 52 mil pela moto que vou considerar uma das mais agradáveis que já pilotei nos últimos anos.

 

Paulo Paiva / DP
 

 

Preciso confessar também que as esportivas não fazem muito o meu gosto.  A máquina é disposta, mas o melhor dela está na ciclística, com uma posição de condução que não cansa ao mesmo tempo que o piloto tem na mão a potência dos 54,8 cavalos do motor de 745 cc que projeta 6,94 kgfm de torque. E tem outro lance: o câmbio é de dupla embreagem de seis marchas que pode ser ativado no modo automático ou no dedo, manualmente, na base das manoplas na função sport.

Pode desfilar porque não existe a menor possibilidade de você, bem equipado, claro, não chamar a atenção no trânsito. O conceito futurista é elegante e a X-ADV, de moderninho para-brisas regulável, é uma aventureira com jeitão, às vezes, de big trail de rodas aro 17 na dianteira e 15 na traseira.

 

Paulo Paiva / DP
 

 

Sem dúvida, o maxiscooter seria a minha escolha na faixa dos R$ 50 mil para estacionar na garagem. Mesmo você sabendo que ela caberia como lugar de destaque na sala. A peça italiana (o conceito foi desenvolvido por lá) é uma obra de arte dos projetistas e engenheiros que só precisava ser mais acessível. O ADV na tradução da Honda é Adventure e Advanced rica em tecnologia. No rolé pode exigir mais da moto que entra bem nas curvas e mostra que a toda hora existe conforto de pilotagem com sentada firme e boa altura para os joelhos. No quesito suspensão é um “doce” quando tem que ser e firme quando o condutor desejar ir no chão batido. O freio ABS de dois canais ajuda aos discos duplos na frente e simples atrás.

Em tempo, a moto com luzes em LED (100% tá?) também oferece partida sem chave (igual a um carro com sensor tipo smart key), espaço de bagagem embaixo do banco (são 21 litros), tomada 12 volts e guidão com protetor de mãos.

 

 

Tags: vrum Ford Edge novo Edge testes de impacto Euro NCAP cinco estrelas Mercedes-Benz Classe E Peugeot 3008 Estado de Minas

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
16 de agosto de 2018
15 de agosto de 2018