Oficina

Conheça dicas para aumentar a vida útil do motor

Do combustível à troca do óleo, alguns cuidados melhoram a durabilidade do propulsor, mas precisam ser seguidos à risca

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/06/2018 10:00


Gasolina aditivada é uma boa escolha para evitar os danos às peças internas do carro. Foto: Amanda Oliveira / Esp. DP - Gasolina aditivada é uma boa escolha para evitar os danos às peças internas do carro. Foto: Amanda Oliveira / Esp. DP
A aquisição de um veículo – seja novo ou mesmo seminovo – é, em sua maioria das vezes, uma fase de adrenalina e entusiasmo, especialmente para aqueles que amam automóveis. Porém, diversos fatores precisam ser analisados antes e depois da compra com a finalidade de evitar possíveis problemas a curto, médio e longo prazo. Responsável por transformar combustível em energia capaz de movimentar as rodas, não é preciso dizer que o motor exerce um papel de suma importância em um automóvel e que precisa de atenção redobrada quando o assunto é o seu funcionamento, certo? 

O proprietário da Gimano Auto Service no Recife, Fabiano André, conta que um motor não tem prazo de vida útil determinado, mas alguns fatores podem influenciar na longa durabilidade do item. “A troca do óleo, assim como a substituição dos filtros, por exemplo, influenciam, junto a outros fatores, no funcionamento do propulsor”, completa. 

Fábio comenta que diversos outros procedimentos, como se atentar ao estado das velas de ignição e da correia de distribuição, são imprescindíveis para garantir o bom funcionamento e a vida útil do propulsor. Porém existem dois componentes primordiais que ele enfatiza. “O óleo e a água do veículo precisam ser analisados minuciosamente e no prazo correto, de acordo com o manual do automóvel. Existem pessoas que, por algum motivo, costumam passar do prazo de substituição do óleo e chegam até a utilizar fluidos de baixa qualidade, afetando diretamente no funcionamento do automóvel”, ressalta.

É bastante comum encontrar pessoas com dúvidas a respeito de qual combustível deve-se utilizar para não danificar as peças internas do veículo. André orienta que, apesar do preço ser um pouco salgado, a gasolina aditivada ainda sim é uma boa escolha. “Por conter substâncias ativas, ela limpa melhor os injetores e a câmara de combustão. Desta forma, o carro terá um bom funcionamento por completo”, reforça.  
 
Um problema bastante comum é o fato do motor superaquecer decorrente da não verificação do nível da água e do óleo. No entanto, infelizmente, não há como prever quando um motor irá acusar problemas. Porém alguns sinais podem significar que está na hora de fazer um check up emergencial. “É comum ver o surgimento de fumaça saindo do carro. Essa situação pode estar ligada à perda do óleo. Em alguns casos, uma vela pode falhar e exercer influência direta no funcionamento do propulsor. Atente-se a cada sinal que o seu carro dá. Desta forma, você poderá evitar futuras dores de cabeça, além de prejuízo financeiro”, finaliza.
 

Tags: salão vrum 2016' kia Estado de Minas Optima GT Cadenza GDI Kia Niro Cerato reestilizado Salão do Automóvel de São Paulo Kia Motors

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
16 de outubro de 2018
15 de outubro de 2018