Mais seguro

Transporte o seu Pet com segurança

Saiba os cuidados que devem ser tomados para transportar seu animal de estimação, prezando por sua saúde e comodidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/05/2018 12:00 / atualizado em 23/05/2018 08:27 Thays Martins /Diario de Pernambuco
Não é raro visualizar um cachorro na janela de um veículo em movimento, refrescando-se com o vento. Porém, é importante entender que qualquer tipo de Pet solto no banco traseiro é sinônimo de risco, de acordo com o código de trânsito, rendendo uma multa média de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH do condutor. Os cuidados com o transporte do animal de estimação garante a segurança do próprio bichinho, assim como a dos ocupantes do veículo.
 
Pérola tem seu cinto pet preso a coleira e ao sistema convencional de segurança  - Thays Martins / Esp. DP Pérola tem seu cinto pet preso a coleira e ao sistema convencional de segurança
 

Raphaela Cisneiros é veterinária e alerta que, em casos de transporte de maneira inadequada do animal, pode acarretar lesões ou até fraturas se ocorrer algum acidente ou parada brusca. “Quando o dono deixa o animal ir na janela do veículo em movimento, o carro pode passar por um local com muita poeira ou poluição e causar uma lesão ocular em seu animal, como também conjuntivite”.

A veterinária alerta que o animal deve viajar no banco traseiro e nunca solto e deve ser utilizado algum tipo de acomodação de segurança, como as caixas de transporte que comporte o animal confortavelmente. Raphaela destaca, “No caso das caixas, o ideal é colocar o cão ou gato dentro dela em casa, sem embarcar no carro.Outra opção além das caixas, são as coleiras peitorais com adaptação para o cinto de segurança”.

Para preservar a segurança da cadelinha Pérola, a dona de casa Andrea Bezerra optou pelo cinto pet, que possibilita a coleira peitoral ser conectada ao cinto de segurança do veículo. A escolha foi guiada pelo conforto de Pérola e o custo benefício do ítem, “comprei a coleira no Pet Shop porque, além do preço ser bom, a cadeirinha seria complicado para Pérola, que é uma cadela muito ativa”.

As precauções com transporte de animal não se adequa apenas para Pet convencionais. Dionízio Barbosa tem um animal de estimação que não é tão comum, um jabuti piranga, de cinco anos, chamado Arquimedes. Para transportá-lo, Dionízio utiliza caixa de transporte e o acomoda no piso do veículo. “Coloco Arquimedes em sua caixa para transportá-lo. Quando passo por um local mais esburacado, sempre reduzo a velocidade” pontuou.
O Jabuti Piranga, Arquimedes, é transportado no piso traseiro do Jimny - Dionízio Barbosa/ Cortesia O Jabuti Piranga, Arquimedes, é transportado no piso traseiro do Jimny
 

A seguir, conheça algumas opções para o transporte adequado de animais:

CINTO DE SEGURANÇA
O cinto de segurança pet pode ser um adaptador colocado na coleira ou a própria coleira se conecta ao carro, sendo uma ótima opção para quem tem um cachorro de pequeno e médio porte. O acessório é acoplado na coleira peitoral do cão e conectado ao cinto de segurança traseiro do veículo. Existem modelos de cinto pet que podem ser usados com coleiras normais, mas o modelo peitoral é mais indicado por ser mais seguro e confortável para o cachorro.

CAIXA DE TRANSPORTE
A caixa de transporte é indicada, principalmente, para os gatos, pois esse animal tende a se assustar com mais facilidade. A caixa deve ser resistente, ventilada (através de furos laterais), trava na porta e de acordo com as medidas do animal. Priorize caixas com com alça resistente e cantos arredondados para facilitar na hora da limpeza. Quando o transporte na caixa ocorrer no banco traseiro do veículo, prenda o animal ao cinto de segurança traseiro. 

CADEIRINHA
A cadeirinha é uma opção para o pet que costuma ficar inquieto na caixa, por ser um local apertado. A cadeirinha funciona para animal de até 10 kg, sendo presa no cinto de segurança do veículo, o animal é colocado dentro da cadeirinha com sua coleira presa nela. Essa opção é indicada para cachorros e gatos de pequeno porte.
 
GRADES DE CONTENÇÃO
A grade de contenção é uma divisória de metal para limitar a circulação do animal dentro do automóvel. Os modelos para o centro (entre os bancos dianteiros) e laterais necessitam de um acessório que o prenda no cinto (como o cinto pet) para proporcionar mais segurança. Já o modelo que restringe o cão à traseira de uma caminhonete ou de uma perua, exige o dobro de prudência na condução.
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
16 de outubro de 2018
15 de outubro de 2018