Mercado

China abrirá mercado para montadoras estrangeiras

Medida começa a valer ainda esse ano e acontecerá de forma progressiva até 2022

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/04/2018 14:32 / atualizado em 18/04/2018 15:54 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco

O governo chinês anunciou nos últimos dias uma mudança um tanto quanto notória para a sua economia. É que chegou ao fim as restrições de montadoras estrangeiras não tenham participações marjoritárias (mais de 50%) em empresas no setor automotivo no país.

 

STR
 

 

A novidade começará a valer ainda este ano, mas só para a produção de veículos elétricos e híbridos. Em 2020, as mudanças serão abrangidas para a produção de veículos comerciais e em 2022 carros particulares.

Mesmo com a antiga regra de grupos estrangeiros não poder ter mais de 50% de empresas no setor automotivo, as marcas que não são conterrâneas do país representam 55% das vendas no mercado chinês só no primeiro trimestre de 2018.

A nova medida era uma promessa do presidente Xi Jinping para abrir a economia ao exterior. A China é o maior mercado automobilístico do mundo, com 28,9 milhões de veículos vendidos em 2017, segundo a associação CAAM.

 

 

Tags: importado fora de juiz fábrica cupê esportivo sport coupé 250 c coupé c c classe mercedes-benz Estado de Minas Portal VRUM 7G-Tronic Plus

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2018
16 de novembro de 2018

Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe