Novidade

Honda Accord chega na décima geração

Montadora estreia no Brasil a linha 2019 do seu sedã premium com requinte de esportividade e eficiência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/11/2018 16:44 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco


Nova geração chega para brigar no mercado de sedãs premium. Foto: Thainá Nogueira / DP - Nova geração chega para brigar no mercado de sedãs premium. Foto: Thainá Nogueira / DP
A Honda quer brigar de igual no mercado de sedãs premium que é liderado pelas montadoras alemãs. É que a japonesa lançou a décima geração do Accord e mostrou que não está para brincadeira. Investiu a sua nata de tecnologia e eficiência no veículo. Eis um sedã moderno, robusto, disposto e eficiente. 

No primeiro olhar, o carro é só esportividade. Com vincos e curvas que exalam charme, o Accord ficou ainda mais robusto. Conseguiu, inclusive, colocar o visual do Civic no bolso com o capô alongado. A Honda acertou com o design da novidade. Vale lembrar que o Accord trás a identidade visual da marca, que é o boomerang na traseira. Além disso, os faróis e lanternas em Full led compõem a elegância ao ver o carro passar.

Accord trás a identidade visual da marca, que é o boomerang na traseira. Foto: Thainá Nogueira / DP - Accord trás a identidade visual da marca, que é o boomerang na traseira. Foto: Thainá Nogueira / DP
Dentro da cabine, espaço. Com acabamento em couro, o habitáculo é capaz de transportar muito confortavelmente cinco pessoas grandes. Exemplo disso é que a repórter que vos escreve, que tem altura marcada em 1,70 m, sentou no banco de trás e conseguiu manter uma distância de 20 cm do joelho até o encosto do banco do motorista, que estava ajustado para a mesma altura. O espaço é decorrência dos 2,83 m de entre eixos que o carro tem. O comprimento fica na casa dos 4,89 m e a capacidade do porta malas em 574 litros. Ou seja, espaço não falta. Para conseguir suportar tamanhas dimensões, os “sapatos” ficam a cargo de rodas de 18” de liga leve. Alem disso, o ar condicionado para os passageiros do banco de trás são um diferencial do carro. A central multimídia de 8 polegadas e o teto solar veem de série. No câmbio, nada de manopla. Só botões para dar as ordens. 

O Accord estreia a tecnologia semiautonoma Honda Sensing, onde a montadora investiu em sistemas que auxiliam e garantem mais segurança pra motoristas e ocupantes. Exemplo disso são os dispositivos que alertam mudança de faixa, que mantém distância para os veículos da frente e conseguem manter velocidade previamente programada. Com isso, o carro consegue, em velocidades acima de 70 km, frear, fazer curvas e acelerar sem demais ajudas. Em tempo, o veículo vem com oito airbags.
Para acompanhar tremendas mudanças e avanços tecnológicos, eis um novo coração para o Accord, um novo motor. Agora o carro é movido por um 2.0 turbo de 10 marchas, com transmissão automática e capaz de chegar a 256 cavalos. Esse conjunto garante uma boa performance, eficiência e consumo - a média para rodar na estrada fica na casa dos 12 km com um litro de combustível. 

Câmbio é composto por botões. Nada de manopla. Foto: Thainá Nogueira / DP - Câmbio é composto por botões. Nada de manopla. Foto: Thainá Nogueira / DP
O combo da estreia da tecnologia japonesa no mercado nacional mais a esportividade no visual e na performance do carro levou a Honda a disponibilizar apenas uma versão do Accord a um preço não tanto agradável, na casa dos R$ 198.500. O carro está pronto para brigar com as gigantes alemãs que há muito lideram o segmento de sedãs de luxo por aqui. Será que vai emplacar? 

Mimos

Para os apaixonados por automóveis, uma surpresa. A Honda manteve no Accord o que já conta no Civic, o controle de som. A cabine pode ficar super silenciosa, mas se o motorista quiser, dá para isolar o som do motor e escutar em evidência o ronco do carro. Além disso, os bancos têm capacidade de memorizar duas regulagens.
 

Tags: rodas duas mascarenhas téo eletrônica injeção tpi exc 300 250 ktm

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
10 de dezembro de 2018