Esportivo

Mercedes-Benz apresenta o novo CLS 53

Terceira geração do esportivo introduz a nova linguagem de design da marca no Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 22/10/2018 10:12 Anderson Malagutti /Diario de Pernambuco


Carro custará R$ 599 mil. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação - Carro custará R$ 599 mil. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação
Às vésperas do Salão do Automóvel de São Paulo, a Mercedes-Benz deu um prato cheio (para não dizer apenas um aperitivo) de um dos seus destaques que estarão na exposição. Estamos falando da terceira geração do AMG CLS 53 4MATIC+, que chega para inaugurar a nova linguagem de design da marca. E a gente teve a oportunidade de acelerar em primeira mão. Aliás, pisamos fundo no acelerador no autódromo Velo Città em outras duas novidades trazidas no AMG Performance Tour: o GLC 63 S 4MATIC Coupé e o incrível GT C Roadster, que merece na próxima semana uma matéria somente dele e sobre a experiência de dirigir um carro de mais de um milhão de reais.

Motor dispõe de seis cilindros que entrega 435 cavalos. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação - Motor dispõe de seis cilindros que entrega 435 cavalos. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação
Voltando ao AMG CLS 53, que custará R$ 599 mil, o modelo inaugura também um novo segmento de motores no portfólio da marca, o AMG 53 com 435 cv e seis cilindros em linha, além da tecnologia EQ Boost, que gera 22 cv para melhores arranques e retomadas. A transmissão é o SPEEDSHIFT TCT 9G. E o que isso traz para o sortudo futuro comprador? Bem, no autódromo (não faça isso na cidade ou na rodovia) pudemos explorar ao máximo cada cavalinho de potência e o limite do carro. 

Para as arrancadas, o compressor elétrico, apoiado pelo EQ Boost, age praticamente de forma instantânea, eliminando o chamado “turbo lag”, ou em outras palavras, o retardo entre você acelerar e o motor responder. De 0 a 100 km/h, o CLS 53 precisa de apenas 4,5 segundo. Um verdadeiro, mas prazeroso, coice para os ocupantes da caranga.

Modelo será destaque da marca no Salão de São Paulo. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação - Modelo será destaque da marca no Salão de São Paulo. Foto: Mercedes-Benz / Divulgação
Em termos de design, o veículo traz linhas mais limpas e uma cintura mais baixa, mas com a presença maior de vidros. Mas duas coisas chamaram mais atenção: a grade do radiador com dupla lâmina e as ponteiras duplas de escapamento redondas. Os faróis também ganharam novo desenho. Agora, se parecem com um bumerangue e devem aparecer nas novas gerações de outros modelos AMG.

Interior
Entrar no CLS 53 é uma experiência quase que futurística. Mas o que mais chama atenção é o novo conceito de display. São duas telas de 12,3 polegadas que, visualmente, se unem sob uma cobertura de vidro formando um cockpit panorâmico dando a impressão que tudo é uma coisa só. Tudo é configurável ao agrado do condutor e todas as informações do carro ficam à disposição. Particularmente achei sensacional.

Outra novidade é que o carro comporta agora 5 passageiros e não mais quatro, como na versão antiga. O DNA esportivo também é reforçado no interior com o novo volante AMG Performance de série em couro nappa. 

Em resumo, a esportividade da linha esportiva da Mercedes-Benz corre nas veias do CLS 53. É um cupê que você pode entrar (e até levar sua família numa boa) e cair na estrada sem ter hora para parar, já que a recompensa ao pisar no pedal direito do carro é das melhores possíveis.
 

Tags: cerqueira pedro vrum 2018 linha reestilização reestilizado up! volkswagen

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
10 de dezembro de 2018