Preservação da Camada de Ozônio

Empresas apostam no uso do óleo de soja para fabricar pneus

Goodyear firmou parceria com uma entidade do ramo de soja com o intuito de criar borracha sustentável

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/09/2017 08:00 / atualizado em 16/09/2017 17:01 Gustavo Carvalho

Não há previsão para a Goodyear trazer essa inovação ao Brasil
 - Goodyear / Divulgação Não há previsão para a Goodyear trazer essa inovação ao Brasil
 

É celebrado mundialmente neste sábado o Dia Internacional de Preservação da Camada de Ozônio. Na mesma data, em 1987, diversos países assinaram o Protocolo Montreal, onde se criou um tratado a fim de reduzir a emissão dos gases CFCs, provocadores da destruição da camada.

No meio automotivo, grandes marcas já estão aderindo a métodos que ajudam na preservação do nosso planeta. A maioria, por exeplo, está focando na criação de carros híbridos, ou seja, veículos elétricos.

A novidade mais recente foi lançada pela Goodyear. A empresa firmou, nos Estados Unidos, uma união com a Soy Checkoff (entidade do ramo de soja), com o intuito de fabricar pneus com borracha produzida com óleo de soja. A instituição iniciou os estudos sobre aplicar o óleo para esse objetivo, e os resultados parecem que estão indo bem.

De acordo com Eric Mizner, diretor global de ciências dos materiais da Goodyear, "O legado de inovação da empresa nos leva a continuar buscando soluções tecnológicas no desenvolvimento de pneus de alto desempenho, que atendam às demandas dos consumidores".

Quando observado o óleo de soja, a empresa viu um novo jeito de deixar a borracha mais apropriada, resistindo a mudanças de temperatura, que é fundamental para tornar melhor a experiência do veículo nas estradas. O óleo de soja auxilia na eficiência quando fabricado o pneu, além de reduzir o consumo de energia.

A Goodyear disse que além da borracha se misturar com mais facilidade nos compósitos com sílica (utilizados na criação de determinados pneus), também expande a competência e diminui o gasto de energia. Utilizar sílica derivada de cinzas de casca de arroz e componentes como fibra de carbono e areia vulcânica também são inovações das empresas. O pneu de soja é disponibilizado no mercado norte-americano em 40 tamanhos e tipos, e pode ser usado em 77% dos modelos de carros, minivans e SUVs, incluindo marcas como Chevrolet, Ford, Honda e Toyota.

 

Tags: q30 nissan infiniti frankfurt

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
15 de dezembro de 2017