Investigação

Peugeot Citröen teria fraudado emissões de poluentes, segundo jornal

A publicação francesa Le Monde divulgou que uma investigação na França apurou fraudes da montadora semelhantes ao caso Dieselgate

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/09/2017 09:29 / atualizado em 08/09/2017 11:23
Fraude teria atingido 2 milhões de carros da marca - Peugeot/Divulgação Fraude teria atingido 2 milhões de carros da marca
De acordo com o jornal Le Monde, a Peugeot Citröen (PSA) está envolvida em um caso, aberto em 2016, semelhante ao Dieselgate, que abalou a Volkswagen. A montadora francesa teria utilizado um programa de computador para fraudar os resultados de testes de emissões de poluentes de 2 mihões de carros com motores a diesel. As informações foram apuradas por investigadores na França e divulgadas pelo jornal.

A investigação conseguiu acesso a um documento interno da PSA. No documento, havia o registro de uma conversa sobre a necessidade de mascarar o dispositivo fraudulento, que alterava os resultados dos testes. Em reposta à publicação do jornal francês, a Peugeot Citröen negou qualquer irregularidade. Além dos casos envovendo a montadora francesa e a Volkswagen, Fiat Chrysler e Renault estão sob suspeita de terem manipulado emissões de poluentes.

Tags: vrum vw gm concessionárias vendas movimento vendas

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
15 de dezembro de 2017