Lançamento

Jac investe em facelift do T5 e coloca o T50 no mercado

Carro chega com visual completamente redesenhado e preço competitivo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/11/2018 13:19 / atualizado em 14/11/2018 15:11 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco


Thainá Nogueira/ DP - Thainá Nogueira/ DP Thainá Nogueira/ DP
 
 
A Jac Motors apresentou sua nova aposta para alavancar as vendas no mercado nacional. Trata-se do T50, que nada mais é que o facelift do T5. O carro chega com um visual completamente diferenciado do velho conhecido e com um pacote tecnológico que e característicos das marcas chinesas: completo.  

Primeiramente, vamos falar do primeiro olhar. A dianteira do carro está um charme. O “look” é composto por novos faróis, para-choque, spoiler, faróis de neblina e o novo logotipo da marca, que coloca de lado a estrela e favorece o nome da empresa na saída de ar. A traseira tem uma nova tampa, lanternas, para-choques e ponteira de escape. A lateral ganhou um jogo de rodas mais moderno, tem acabamentos cromados, novo design nos retrovisores e a suspensão está mais alta. 
Thainá Nogueira/ DP - Thainá Nogueira/ DP Thainá Nogueira/ DP

Internamente, conforto e beleza. O painel é completamente novo. O volante esta redesenhado e agora é multimídia, a central ganhou uma tela de oito polegadas, o acabamento é todo em couro e os compartimentos para guardar objetos satisfazem os motoristas mais espaçosos. Além disso, os bancos estão mais confortáveis. A sensação de abraço ao sentar neles está notoriamente presente.  Em tempo, eles são revestidos em couro ecológico. 

Os itens tecnológicos que auxiliam a condução estão todos no T50. Exemplo disso são o ESP, TCS, HSA, BOS, BAS, TPMS. Além do sistema start stop, keyless, direção elétrica , retrovisores elétricos rebatíeis, faróis com regulagem elétrica e sensor de estacionamento dianteiro e traseiro. Todos esses sistemas são de série na versão mais completa, que custa R$ 87.990. A opção mais básica é vendida por R$ 83.990. A ausência do gps integrado na central multimídia e o painel digital são os grandes vilãos do carro. Mas a câmera 360 graus pode compensar esses detalhes. Ela é útil. 

O facelift, no entanto, não se resume apenas a estética. A motorização também é outra. O carro agora é movido por um propulsor 1.6 a gasolina DVVT que gera 138 cavalos. O câmbio é automático de seis marchas. 
Thainá Nogueira/ DP - Thainá Nogueira/ DP Thainá Nogueira/ DP

As dimensões do veículos também deixa ele pronto pra brigar com os principais concorrentes. É que o porta malas de 600 litros é nitidamente maior que o HR-V, por exemplo, e altura em relação ao solo de 20 centrimetros permite uma direção sem muito desconforto em diferentes tipos de terrenos. O carro é alto. O comprimento de 4.35 metros e a largura de 1.77 metros faz com que ele não passe despercebido. 

Carro completo, com preço competitivo e motorização que da gosto. O combo do sucesso a Jac tem. Será que agora a falta de empatia do brasileiro pelas marcas chinesas vai sair de cena? Vamos aguardar a cena dos próximos episódios.  
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
14 de dezembro de 2018