Tecnologia

Toyota quer diminuir preço e aumentar produção de carros movidos à célula de hidrogênio

Pioneira com o Prius - primeiro carro híbrido a gasolina "eco-friendly" -, a Toyota vem desenvolvendo automóveis movidos a hidrogênio (FCVs) desde os anos 90, mas agora planeja aumentar a produção e diminuir o custo desse tipo de veículos.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/08/2018 11:18 / atualizado em 01/08/2018 11:30



Toyota Mira é o primeiro FCV de produção global, lançado em 2014 - Toyota / Divulgação Toyota Mira é o primeiro FCV de produção global, lançado em 2014
 

 
A montadora japonesa crê que o hidrogênio será, nos próximos 100 anos, uma importante fonte de energia limpa, e por isso vem desenvolvendo protótipos de FCVs não só de pequenos veículos, mas até mesmo de ônibus e grandes caminhões. A ideia é popularizar os veículos movidos à célula de combustível a hidrogênio tornando-os mais baratos.

Patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a Toyota anunciou no final de julho que pretende usar, na Vila dos Atletas, os carros elétricos, como por exemplo, o Mirai - primeiro FCV de produção do mundo, lançado em 2014. Até agora, menos de 6 mil unidades foram vendidas globalmente, devido seu alto custo, na casa dos 60 mil dólares.

À Agência Reuters, Ikuo Ota, gerente de planejamento de novos negócios para projetos de células de combustível da Toyota, disse que a montadora irá “usar o maior número possível de peças de carros de passageiros e outros modelos existentes em caminhões com células de combustível. Caso contrário, não veremos os benefícios da produção em massa.”

De acordo com a agência britânica, cada pilha de combustível de hidrogênio custa atualmente em torno de 11 mil dólares, equivalentes a 41,1 mil reais. Caso adotada a produção em massa, o valor cairia para os US $ 8.000,00 (algo em torno de 3 mil reais).

Tags: reestilização ford 2018 mustang

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
16 de agosto de 2018
15 de agosto de 2018