Coluna

Confira os destaques de Jorge Moraes de 04/06/2017

Colunista fala sobre a sustentabilidade que as montadoras estão apostando

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/06/2017 09:00 / atualizado em 05/06/2017 12:34

As montadoras estão trabalhando para tornar ainda mais sustentável a fabricação dos automóveis no mercado brasileiro. A questão custo é o maior dos desafios dos construtores que contam com a globalização da tecnologia e passam a exigir o mesmo dos fornecedores, que precisam entregar cada vez mais produtos melhores com preços menores. Na fase lucrativa de todo o processo, me assustou o preço de largada do Fiat Argo, lançado na metade da semana. O hatch é um upgrade para o segmento e desafia o mercado dos R$ 40 mil, nas faixas mais elevadas. Vai encarar concorrentes fortes como o Polo que vem por aí. Como vencer Onix e HB20 com a receita contraria de valor? Será que o custo de produção foi tão elevado assim? E o fator custo nesse caso, claro, associado à pesquisa que aponta para o máximo que o consumidor pode pagar resulta naquilo que vimos e foi comentado em nossas redes sociais. Os consumidores, diante da informação, estão cada vez mais seletivos e exigindo tecnologia, segurança e bem-estar a bordo sem aumento de preço (princípio que deveria ser a base de tudo em todos os setores da economia). Se a opção é crescer, que faça de forma estratégica e lenta. Como no Renegade, Compass e Toro. Vamos ver até onde vão as apostas porque se a Honda, GM e Toyota fizeram com seus sedãs médios um reajuste daqueles... Acho que entre os compactos a ousadia não deveria ser semelhante. E olhe que não concordo com os valores de Civic, Cruze e Corolla.

 

Em Cardiff
A Nissan apresentou o novo SUV X-Trail e tomou conta da cidade com ações de marketing tão ousadas quanto aquelas utilizadas durante a Olimpíada do Rio de Janeiro, no ano passado. Marca imprime uma pegada mais jovem do lado de cá com produtos como o compacto Micra, por enquanto, descartado para ser vendido no Brasil.

 

Auto motor
Domingo, às 10h, na TV Tribuna, vamos de Fiat Argo apresentar minhas impressões ao volante na pista da Fazenda Capuava, em Campinas. No Auto Motor, que também é exibido nas praças do Rio Grande do Norte, Alagoas, Teresina e interior de São Paulo, na Band Paulista.

Continuidade
Conversei com o presidente da Nissan, Marcos Silva, que afirmou sobre os estudos da marca para ter um produto acima do Kicks. A empresa pensa na continuidade sustentável do cliente dentro da marca.

Segundo turno
Fábrica de Resende pronta para começar o segundo turno de fabricação do Kicks, March e Versa a partir do próximo mês. Em Córdoba, a planta vai construir a nova picape Frontier e José Luís Valls, chairman da Nissan Latam, defendeu o crescimento dos mercados com foco também nas exportações.
Puma de volta
Empresa anunciou o retorno ainda em 2014 e afirmou que traria de volta um ícone da indústria dos fora de série. A volta da Puma Automóveis ao mercado foi firmada pela projeção do novo modelo GT Lumi, que deve chegar às ruas ainda no final deste ano, ou, no mais tardar, no começo de 2018.

Crash test obrigatórios
Os últimos resultados divulgados pela Latin NCAP levantaram a suspeita de diversos motoristas. Inclusive dos legisladores brasileiros. O senador Elmano Férrer (PMDB-PI) lançou um projeto de lei em que obriga os testes de impacto a serem realizado em todos os veículos comercializados no Brasil.

Mais Mini
O novo Countryman deve chegar às concessionárias em três versões, de acordo com a marca. A versão de entrada custa R$ 144.950, já a topo de linha chega aos R$ 189.950. A intermediária vale R$ 164.950.

 

Novo Volvo XC60

Postei no meu Instagram @jorgemoraes a largada do novo Volvo XC60, lançado quinta-feira em Barcelona. Infelizmente não tive como conciliar a agenda para acompanhar o drive. E pela foto já dá para imaginar a versão menor do XC90. A Volvo acertou de novo.

 

Mais de R$ 1 milhão
AMG GT C Roadster será mais um modelo da Mercedes-Benz a atingir a marca de mais de R$ 1 milhão. O esportivo conta com um motor V8 de 4.0 litros e 557 cv de potência com um torque de 69 kgfm. A aceleração vai de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos e a velocidade máxima atinge os 316 km/h.


Recall na Audi
Marca alemã, pertencente ao grupo Volkswagen, anunciou a chamada de 24 mil unidades do A7 e A8 na União Europeia. A causa do recall é que um software está provocando poluição acima do permitido. Os motores de 6 e 8 cilindros movidos a diesel emitem até o dobro de óxidos de nitrogênio que o permitido. 

 

 

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
23 de novembro de 2017
22 de novembro de 2017