Salão de São Paulo

Salão de São Paulo: Da nostalgia ao futuro

Carros-conceitos e históricos são atrativos certos da bienal do automóvel, que acontece até o dia 20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/11/2016 14:54 / atualizado em 14/11/2016 17:20 Victor Lacerda

As marcas estão investindo cada vez mais no poder da criatividade. Os conhecidos “carros-conceito” estabelecem uma forte ligação do futuro dos grandes nomes com o público-alvo. Essa recente categoria nada mais é que a representação de um teste, que abre a cabeça do meio automotivo para o novo, seja ele referente ao design ou as novas tecnologias no funcionamento da mecânica. Foi-se a época que o teste de popularidade e vendas de um veículo era medido quando estivesse nas ruas. Mais que um veículo projetado para ser exibido, o “carro-conceito” é um medidor de aceitação.

No Salão do Automóvel de São Paulo 2016, nomes como Toyota, Volkswagen e Chevrolet, foram bem representados. Confira:

Fiat 124 Spider

 

Jorge Moraes / DP
 


A aposta da Fiat como o “showcar” veio ao Salão do Automóvel como ícone de modernidade. O 124 Spider veio apenas para exibição para roubar olhares dos visitantes, já que não tem perspectiva de vendas no Brasil. Com um motor de 1.4 MultiAir turbo de 170 cv e 25,5 kgfm de torque na versão Abarth, o Spider traz uma caixa de marchas com até seis velocidades. No design, nostalgia e a conectividade da era digital são bem representados.

Toyota CH-R Concept

 

Jorge Moraes / DP
 

 

O CH-R Concept da Toyota foi um dos destaques no Salão e, mesmo com a informação negada inicialmente, tem chances reais de ser produzido por aqui. O veículo tem a TNGA como plataforma modular e concorre diretamente com modelos como Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks e Renault Captur. Para o Brasil, ele deve ganhar a mesma motorização do Corolla e receberá um motor 2.0 flex e câmbio CVT.

Volkswagen Budd-e

 

Jorge Moraes / DP
 


O conceito Budd-e é o primeiro modelo da Volkswagen baseado na sua nova matriz tecnológica para veículos elétricos. Com autonomia de até 533 km, o modelo possui dois motores elétricos, um dianteiro e um traseiro, e uma bateria com capacidade energética de 92,4 kWh. O sistema de tração integral permite o carro atingir a velocidade máxima de 180 km/h. Se o passageiro da frente quiser conversar com alguém atrás, existe a possibilidade de rodar o banco através do piso de madeira.

Chevrolet Colorado (S10 Extreme)

 

Salão de São Paulo / Divulgação
 

 

Conhecido inicialmente como Colorado Extreme, a S10 trouxe uma proposta de manter o visual mais grosseiro para o Salão. Os destaques do design ficaram por conta da carroceria, que brinca com a textura fosca em laranja, que se relaciona com diferentes componentes plásticos sem pintura. O modelo chama a atenção pelos para-choques de ferro, que aumentam o ângulo de entrada e de saída. A grade dianteira preta e faróis escurecidos complementam a robustez. Mecanicamente, o destaque fica por conta do motor 1.6 turbo a gasolina de 218 cv associado a um propulsor elétrico de 95 cavalos.

Citroën Aircross Concept

 

Jorge Moraes / DP
 

 

Um dos símbolos da campanha da Citroën de “Be Different, FeelGood”, o Aircross Concept veio ao Salão para representar os anseios internacionais da marca e apresentar os caminhos que ela pretende seguir na categoria de utilitários esportivos. Quanto às medidas, 4,6 metros de comprimento por 2,10 metros de largura e 1,80 m de altura. Há quem compare o conceito da Citroen com a Land Rover Discovery Sport e o Hyundai Santa Fe, enquanto porte.

 

 

Tags: suv

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de março de 2017