Dicas

Existem algumas roupas e calçados que podem ajudar na hora da condução

Código de Trânsito Brasileiro não possui restrições a roupas e sapatos de motoristas e condutores, mas vale a pena ter bom senso para evitar acidentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/10/2016 14:06 / atualizado em 14/10/2016 15:55 Débora Eloy

Nesta semana, um acidente chamou a atenção da população recifense. Um carro capotou no bairro do Espinheiro. O motivo? O cadarço do condutor ficou preso no acelerador. Como o modelo é automático, não houve possibilidade de evitar o ocorrido. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a única especificação em relação ao calçado dos motoristas está no artigo 252 que não permite a utilização de modelos que não fixem no calcanhar, como sandálias e chinelos, ou que comprometam a utilização dos pedais, no caso do salto alto.

 

Na moto, o ideal é utilizar vestimentas que cubram braços e pernas - Julio Jacobina / DP Na moto, o ideal é utilizar vestimentas que cubram braços e pernas
 


Desta forma, os cuidados devem ser tomados de acordo com o bom senso do motorista, além de atenção a detalhes, como cadarço e barra da calça próximos aos pedais e manga da camisa em relação a marcha. Segundo a CTTU-PE, foram registradas 39 mortes no trânsito em 2015, totalizando 6.095 notificações no mesmo período. Porém, os números são mais otimistas em relação a 2013 quando o número de mortos foi de 56, uma melhoria de 30,36%.


O CTB não faz nenhum tipo de restrição quanto a roupa e o calçado do condutor e do passageiro, por isso é permitido andar sem camisa e até mesmo com roupas de banho como biquínis e sungas. O fisioterapeuta Thiago da Hora não dispensa o calçado na hora de dirigir, mas com todo cuidado. “Só saio de casa de sapato ou sandália tradicional, que fecha no calcanhar. Nunca descalço, nem com sandália aberta”, comenta. Já o administrador Sergio de Melo também não utiliza chinelo na hora da condução. “Quando saio de casa com algum calçado aberto prefiro dirigir descalço”, explica.

 

Sapatos sem cadarços é melhor opção para carros e motos - Marcelo Soares / Esp. DP Sapatos sem cadarços é melhor opção para carros e motos
 

 

Dirigir sem camiseta?
É permitido. Mas não são todos os motoristas que gostam, como é o caso do estudante universitário Luiz da Costa. “Sempre dirigo com camisa, é mais por uma questão de conforto, a pele no banco do carro incomoda”, relata. Mas também existem aqueles que não têm esse problema, como é o caso de Thiago. “Algumas vezes, voltando da praia, já fui dirigindo de sunga”, revela.
Para os motociclistas são necessários alguns cuidados a mais, já que a exposição do corpo é maior. O CTB frisa a utilização obrigatória do capacete de proteção com viseira ou óculos de proteção. Mas para quem não dispensa a segurança existem algumas dicas para amenizar o impacto na hora do acidente. Se no caso do carro existe proteção de todos os lados, na moto o corpo vira carroceria. Como ainda não existe uma armadura para pilotar, o ideal é utilizar vestimentas que cubram braços e pernas. Elas não podem evitar uma fratura mais grave, mas aliviam o impacto do solo.

 

Sérgio de Melo só dirige com calçado fechado ou descalço - Débora Eloy / Esp. DP Sérgio de Melo só dirige com calçado fechado ou descalço
 

 

NOS PÉS
Um calçado adequado para pilotar é mais importante do que somente evitar que prenda em algum lugar. De acordo com o supervisor do Centro de Treinamento Honda, Marcelo Torres, um sapato reforçado pode ajudar na hora de algum problema. “Em caso de derrapagem, o primeiro instinto é colocar o pé no chão, caso ele não esteja protegido, os danos podem ser maiores”, explica. A indicação é utilizar sapatos fechados ou aqueles que são presos ao pé, no mínimo um tênis mais forte ou uma bota reforçada na parte superior são ideais para manter a segurança sob as duas rodas. Sempre dê preferência aos modelos sem cadarço que não correm o risco de enroscar na corrente e causar um grande acidente.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
22 de maio de 2017
19 de maio de 2017
18 de maio de 2017