Mecânica

Volkswagen monta Golf com motor 1.0 TSI

Modelo vive maus tempos em vendas; Estima-se que a mudança na motorização tenha ocorrida devido ao novo 1.0 Ecoboost do Ford Fiesta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/09/2016 17:04 / atualizado em 06/09/2016 17:40 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco


A inédita configuração do Up! deu certo. Essa é uma máxima que tanto os
especialistas como a Volkswagen utilizam. Inclusive, a montadora decidiu que o sub compacto não será o único a receber a mecânica. Essa semana foi especulado que o Golf receberá a configuração 1.0 TSI. A previsão é que em poucas semanas o modelo seja apresentado oficialmente.

 

Produzido no Brasil, esportivo pode entrar na briga com o
repaginado Ford Fiesta - Volkswagen / Divulgação Produzido no Brasil, esportivo pode entrar na briga com o repaginado Ford Fiesta
 

 

Este novo motor virá na versão Comfortline combinado com o câmbio manual de seis marchas e deve servir como tendência para a montadora e outros fabricantes. O preço esperado fica em torno dos R$ 78.130. Será a forma mais barata de ter um Golf. Vale lembrar que esta motorização já existe na Europa. Queimando apenas gasolina, o 1.0 tem 125 cv e o mesmo motor também já equipa o Audi A3. O zero a 100 m/h é cumprido em bons 9,7 s, com um consumo médio de impressionantes 23,25 km/l.

 

Estima-se que a mudança na motorização tenha ocorrida devido ao novo 1.0 Ecoboost do Ford Fiesta. O veículo tem um desempenho bem equilibrado com o TSI é quase R$ 10 mil mais barato que o Golf, custando R$ 72 mil.

 

Nova motorização chega para tentar mudar os poucos quatro mil
modelos que foram vendidos este ano - Volkswagen / Divulgação Nova motorização chega para tentar mudar os poucos quatro mil modelos que foram vendidos este ano
 


Histórico
A vida do Golf é marcada por grandes momentos. Desde que o modelo abandonou a nacionalidade alemã em favor da mexicana, e depois de ser importado do México para ser fabricado nacionalmente, as vendas do esportivo nunca foram as mesmas. Ao longo do caminho houve perdas técnicas, o Comfortline perdeu o motor 1.4 TSI sem ter redução significativa de preço e tanto ele quanto o Highline trocaram a suspensão multilink pela de eixo de torção, mais convencional. Além disso, o 1.4 TSI ainda perdeu a companhia do câmbio DSG de dupla embreagem e sete marchas para formar uma parceria não tão perfeita com o automático Tiptronic de seis.

 

Depois das mudanças, a curva de vendas do modelo deixa bem claro que o consumidor do Golf busca por potência e desempenho. Quando a Volkswagen entendeu isso, barateou os valores das versões importadas até que acabassem os estoques e o Comfortline 1.4 TSI mexicano com câmbio DSG pode ser comprado por cerca de R$ 70 mil quando a tabela era de R$ 75 mil. O Highline mexicano também caiu de R$ 84 mil para R$ 78 mil.

 

Depois da euforia dos valores, o carro só viu seus números de vendas caírem. O declínio do segmento de hatches médios em favor dos SUVs compactos tem culpa, afinal, mesmo tendo vendido apenas 279 unidades em agosto, o Golf só emplacou menos do que o Ford Focus dentro da categoria. De janeiro a julho deste ano foram vendidos apenas 3.923 modelos.


Esses dados mostram que o objetivo do novo Golf 1.0 TSI é dá fôlego ao modelo que vive em um segmento que já teve dias bem melhores. Talvez algumas das outras três versões atualmente comercializadas saiam de produção para dá espaço a versão popular. Hoje o Golf pode ser comprado com motores 1.6 MSI, 1.4 TSI e 2.0 TSI. Espera-se, então, que a nova motorização caia no gosto do consumidor brasileiro, mesmo com o preço não muito barato. Mas essas serão cenas para os próximos capítulos.
 

 

 

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
20 de janeiro de 2017
19 de janeiro de 2017