Recorde

Honda Civic Type R corre em cinco autódromos

Na tentativa de quebrar recordes, o esportivo enfrentou cinco lendários autódromos europeus

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/06/2016 15:07 / atualizado em 14/06/2016 15:23

Honda Civic Type R enfrenta cinco autódromos

Na tentativa de quebrar recordes o esportivo enfrentou cinco lendários autódromos europeus

O Civic Type R da Honda correu em Silverstone, Spa-Francorchamps, Monza, Estoril e Hungaroring para fazer medições de tempo na tentativa de quebrar recordes consecutivos. O carro de produção utilizado era totalmente original.

 

Medições de tempo foram feitas na tentativa de quebrar recordes consecutivamente - Honda / Divulgação Medições de tempo foram feitas na tentativa de quebrar recordes consecutivamente
 

 

A ideia foi promover o hatchback como líder em performance na categoria e para isso a ideia era testar velocidade. A ideia veio pela inspiração da volta recordista do Type R em Nürburgring, famoso autódromo da Alemanha, em maio de 2014.

Os testes começaram em Silverstone, na Inglaterra, em abril. O primeiro piloto escalado para dar a largada nessa empreitada foi vencedor por três vezes do Campeonato Britânico de Turismo (BTCC), Matt Neal. A primeira volta do campeão, em pista molhada, registrou 2 minutos e 44,45 segundos, mas ele não ficou satisfeito com o resultado e correu mais uma vez em pista seca. Desta vez, o tempo foi de 2 minutos e 31,85 segundos.

 

Intuito era promover o hatchback como líder em performance na categoria - Honda / Divulgação Intuito era promover o hatchback como líder em performance na categoria
 

 

O segundo autódromo visitado foi o icônico Spa-Francorchamps, na Bélgica. A pista traz a famosa curva Eau Rouge e foi enfrentada por Rob Huff, que completou o percurso em 2 minutos e 56,91 segundos.

A Itália teve em seu histórico autódromo de Monza a terceira parada do City Type R. Dessa vez quem pilotou o hatch foi o húngaro Norbert Michelisz, que faz parte do time da Honda no Cameponato Mundial de Turismo (WTCC). Após concluir a volta e passar pela famosa curva Parabolica, Norbert fechou o tempo em 2 minutos e 15,16 segundos.

A expectativa estava concentrada para o desafio em na Hungria com o piloto português Tiago Monteiro, porém um acidente durante a etapa alemã deixou a estrela da Honda fora de ação. Quem tomou o lugar de Tiago, foi o também português Bruno Correia, que fechou o tempo em 2 minutos e 4,08 segundos, quebrando outro recorde.

 

Inspiração veio da volta recordista do Type R em Nürburgring em maio de 201 - Honda / Divulgação Inspiração veio da volta recordista do Type R em Nürburgring em maio de 201
 

 

No dia 6 de junho foi a última sessão na Hungria. E quem ficou responsável por finalizar o processo foi, mais uma vez, Norbert Michelisz. Durante dois dias, Norbert correu com o Type R de produção em seu limite e fechou o tempo recorde em 2 minutos e 10.85 segundos, finalizando a sequência de melhores voltas nos cinco circuitos.

O vice-presidente da Honda Motor Europa, Phillip Ross, comentou: “Com o suporte de nossos pilotos do campeonato de turismo, confirmamos que o Type R foi desenvolvido para ser o definitivo carro de corrida para as ruas”.

 

 

Esportivo enfrentou cinco lendários autódromos europeus - Honda / Divulgação Esportivo enfrentou cinco lendários autódromos europeus

 

Honda Civic Type R

Em seu lançamento na Europa, há um ano, o Honda Civic Type R foi desenvolvido com DNA de corrida. Sendo o primeiro automóvel do mundo a utilizar o novo motor 2.0 VTEC turbo e tecnologias de chassi pioneiras.

O modelo tem motor a gasolina transversal com 1.999 cilindradas de quatro cilindros em linha e quatro válvulas por cilindro que entrega 310 cv a 6.500 rpm. O câmbio é manual de seis marchas, chegando a velocidade máxima de 270 km/h.

 

 

Tags: bmw

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de maio de 2017
25 de maio de 2017