Novidade

Mudanças nas placas dos automóveis brasileiros

Novo padrão servirá para unificar a identificação dos veículos do Mercosul e começa a ser obrigatório já no próximo ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/06/2016 15:40 / atualizado em 01/06/2016 16:17

A partir de 1º de janeiro de 2017 e até 2020 todos os veículos em território Nacional deverão ter placas de identificação no padrão Mercado Comum do Sul (Mercosul). No primeiro momento o novo padrão será obrigatório para os carros zero km, transferidos de outras cidades ou repassados. É a resolução 590 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O modelo do padrão Mercosul terá fundo branco com a parte superior com uma faixa azul, com o lado esquerdo possuindo o logotipo do Mercosul, o lado direito a bandeira do Brasil e, na parte central, o nome do país, sendo semelhante à placa utilizada na União Europeia. A cor das letras e dos números também mudarão: preta para veículos comuns, verde para os em teste, vermelha para os comerciais, azul para os oficiais e dourada para veículos diplomáticos.

A nova placa possuirá quatro letras e três números, dispostos agora de forma aleatória, com o último caractere sendo sempre numérico para não interferir nos rodízios municipais. Antes eram três letras e quatro números.  Isso, provavelmente, acabará com a possibilidade de personalização do item.

 

Contran / Divulgação
 

 

No padrão atual de placas, existem 175 milhões de combinações possíveis enquanto que, no novo, esse número subirá para mais de 450 milhões. Além do Brasil, o novo padrão de placas de identificação do Mercosul será adotado pelos países integrantes do bloco: Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. A iniciativa vai facilitar a circulação e a segurança entre as nações do bloco, além de assegurar a existência de um banco de dados conjunto.

Além disso, não haverá mais um padrão de letras correspondente a um estado ou ao país. Hoje, é possível saber de onde vem um carro apenas pelo início da placa - Recife, por exemplo, costuma ter veículos emplacados com a letra K - mas isso acabará com as novas placas.

Muitas medidas de segurança e novidades tecnológicas foram adicionadas a nova placa para inibir falsificações e facilitar a fiscalização nas fronteiras. Além da marca d'água com as palavras “Mercosur Brasil Mercosul”, haverá também uma faixa holográfica semelhante à das notas de R$ 20,00 e um QR code com dados do fabricante, data de produção e número de série da placa.

 

 

Tags: segurança

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2017