Estilizar

O que precisa ser feito para rebaixar

Alterar a suspensão do veículo necessita de dinheiro, tempo e dedicação. Entenda como deve ser o processo de documentação e mecânico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/02/2016 13:23 Débora Eloy

Carros estilizados no escontro Dia de Role - Roberto Ramos/ DP Carros estilizados no escontro Dia de Role
 

 

Se no dicionário, a palavra “rebaixado” remete a nomes como “desprezíveis, diminuído, reles”, para os fãs de carros customizados o sentido muda completamente. Quem curte alterar a suspensão do automóvel deve ficar atento a uma medida de 2014 (a resolução 479 do Contran), que estabelece limites (antes não tinha regras). Desde então, a altura do solo em relação ao ponto mais baixo da carroceria ou chassi deve ser maior ou igual a 10 centímetros.

O mecânico diesel, Will Silva, explica o que fazer para operacionalizar a personalização. “Primeiro, você precisa levar o veículo ao Detran para emitir uma nota de serviço e suspensão. Depois no Inmetro, onde será feita uma vistoria e emitido um laudo para ser entregue ao Detran”. O custo desta etapa é de R$ 450, mas também terá que desembolsar para retirar um novo documento especificando que o carro foi rebaixado.

 

Dono da Recife Customs, David Gimenez, no Dia de Role. - Roberto Ramos/ DP Dono da Recife Customs, David Gimenez, no Dia de Role.

 

O dono da Recife Customs, David Gimenez, explica que as alterações variam de acordo com o tipo do carro. “Mas as principais peças alteradas são as molas e os amortecedores. Há motoristas que trocam também a caixa de rodas e, dependendo do tamanho do carro, até a caçamba”, relata David, que também faz parte do grupo #DiadeRole. Os fãs dos rebaixados desfilam toda sexta-feira, sem destino programado, mas é possível acompanhar as novidades através da página no Facebook.

Gustavo Campelo, promotor de eventos e consultor de vendas, rebaixou seu possante por três anos, mas desistiu da moda por questões financeiras. “Além dos gastos com a emissão do documento, só com o jogo de mola e as suspensões gastei em torno de R$ 700. Sem falar no conjunto de pneus e na troca das caixas de rodas”, lembra. Claro que ele curtiu muito bem o período, mas... “É como meu pai diz: ‘é bonito, mas dá trabalho’”. A multa para quem não regularizar a documentação é de R$ 127,69 e mais cinco pontos na CNH. Vale ressaltar que vários seguros não cobrem veículos com este tipo de alteração.

 

Documentação alterada após a estilização do carro. - Roberto Ramos/ DP Documentação alterada após a estilização do carro.

 

Suspensão
É o sistema que absorve as irregularidades do solo, oferecendo estabilidade e preservando a estrutura do carro. Em geral as montadoras adotam um ajuste que deixa o carro mais confortável para não sacudir tanto os passageiros na passagem dos desníveis. Há três tipos de suspensão, segundo David Gimenez, da Recife Custom: a) suspensão fixa, quando são trocadas molas e amortecedores por uma com um curso menor, mais pressurizada, que custa a partir de R$ 800; b) suspensão de rosca, regulável com um conjunto de molas e amortecedores trabalhados, que fazem com que a altura do carro seja facilmente modificada com um macaco, com preços de R$ 1.100 em diante; c) suspensão de ar, mais sofisticada, na qual bolsas de borracha substituem as molas na suspensão e um conjunto de mangueiras, compressor, cilindro e solenóides faz com que a altura do carro seja regulada com o simples toque do botão. Podendo ser regulado com o carro em movimento, com valor acima de R$ 2.500.

Serviço

Inmetro
Fone: (81) 3184-4700

Detran
Fone: (81) 3453-1514

Recife Customs
Onde: Rua Professor Hélio Brandão, 137, Ipsep
Fone: (81) 98417-7166

GL Car
Onde: Avenida Recife, 3370,
Ipsep, Recife-PE
Fone: (81) 3472-3947

Race Rodas
Onde: Estrada dos Remédios,
656, Afogados
Fone: (81) 3422-0365

Saiba mais

1 - Agende uma visita ao Detran para poder, na visita, com o carro original, receba a nota de serviço e suspensão;

2 - Depois, dirija-se ao Inmetro, na Av. Professor Luís Freire, 900, curado, para fazer a vistoria prévia do veículo e liberá-lo para reforma. É importante agendar a visita com antecedência.

3 - Vá a uma oficina especializada e escolha o tipo de suspensão para fazer as alterações.

4 - Depois das alterações feitas, o carro precisa voltar ao Inmetro para serem feitos os testes de suspensão e medição.

5- Tudo liberado pelo Inmetro, o condutor só precisa agora dar entrada em uma nova documentação constando a alteração do carro.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de março de 2017
27 de março de 2017