Eleições 2018

Os carros dos candidatos ao governo de Pernambuco

Saiba como acontece a locomoção dos sete candidatos ao governo do estado. Veículos vão desde clássicos dos anos 2000 até SUV premium

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/09/2018 15:24 / atualizado em 10/09/2018 18:08

As eleições chegaram. Administrar um estado não é tarefa fácil e conhecer cada cantinho de Pernambuco, por exemplo, é dever dos candidatos ao governo. Como de costume, é essencial um “raio x” de todos os candidatos para aumentar o conhecimento a respeito de quem será o próximo representante da população. Além de saber das propostas e planos de governo, que tal saber um pouco mais da vida pessoal de cada um? E saber, por exemplo, quais os veículos que fazem parte do dia a dia dos sete candidatos ao governo do estado? Os carros dirigidos pelos nossos candidatos vão desde os clássicos dos anos 200 até topo de linha. Confira quais veículos são utilizados pelos postulantes.

 

Paulo Paiva / DP

Paulo Câmara
O atual governador de estado possui um Compass do ano 2017, carro que é produzido na planta da Jeep em Goiana. De acordo com a assessoria dele, a opção por ter um veículo genuinamente pernambucano não foi a toa. É uma tentativa de favorecer a indústria local. O SUV já figura entre os 20 carros mais vendidos com a venda de mais de 2 mil unidades por mês. Oferecido tanto com motor 2.0 flex quanto com o 2.0 turbodiesel, além de ter a opção de tração 4x2 ou 4x4, o modelo tem preços entre R$ 101.990 a R$ 151.990. Antes disso, o candidato a releeição teve um EcoSport.

 

Land Rover / Divulgação
 

Armando Monteiro Neto
De acordo com a assessoria do candidato, Armando Monteiro usa o mesmo automóvel há sete anos, um Land Rover Discovery 4, ano 2012, com mais de 130 mil quilômetros rodados. O veículo foi escolhido por ser resistente, uma vez que é apropriado para viagens longas, como as que o senador tem feito por todo o Estado nos últimos anos. O motor do carro é um biturbo com seis cilindros e a transmissão é automática de oito marchas. A potência fica na casa dos 256 cavalos e a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 9,3 segundos. Em 2012, o carro era vendido por R$ 321.900.

Honda / Divulgação

Maurício Rands
O candidato do Pros ao governo do estado de Pernambuco, conta na sua garagem com um Honda Civic ano 2008. Maurício, que já foi deputado federal e candidato a prefeitura do Recife, dirige um veículo com um motor  1.8 flex com quatro cilindros que tem uma potência de 140 cavalos e vai de 0 a 100 km/h em 11,7 segundos. O câmbio é automático de cinco marchas. Atualmente, o veículo é avaliado em R$ 33.623. De acordo com o candidato, o custo benefício e o voto da esposa foram alguns dos fatores que influenciaram a escolha. No entanto, Rands afirma que a realização do seu sonho no setor automotivo foi quando ele obteve um Chevette 1983 do seu cunhado - a novidade na época fez o candidato por fim na locomoção sob duas rodas.

Renault/ Divulgação

Julio Lóssio

O candidato da Rede conta no período eleitoral com a van da Renault, a Master. Dentro do seu segmento, o veículo se destaca e chegou a ser o mais vendido no ano passado, com 6.181 unidades emplacadas. Em 2012 o carro recebeu a sua terceira geração, que é a atual. O veículo conta com tração dianteira e apenas um único tipo de motor, um 2.3 de 130 cv, derivado daquele biturbo que equipa a Nissan Frontier. Na Europa, há opção de 100 cv ou 150 cv. Os preços do utilitário partem dos R$ 120.900, dependendo da versão da cabine.

 

Volkswagen / Divulgacao
 

Simone Fontana
Candidata do PSTU, a professora atualmente dirige um Gol 1994, adquirido há cerca de dois anos e meio. O famoso Gol quadradão foi febre nos anos 1990, com um motor 1.8. O Volks possui 96 cv, 62,5 kgfm de torque e atinge até 170 km/h. Em 1996 foi produzida a última versão quadrada e em 1997 passou a ser redondo, o Gol Bola. De acordo com a candidata, todavia, caronas e bicicletas fazem parte do seu dia a dia.

 

Volkswagen/ Divulgação
 

Dani Portela
A candida do Psol possuia um Peugeot 207 até dezembro 2017, quando o vendeu e hoje em dia compactua do mesmo veículo que o seu companheiro, trata-se de um Volkswagen Jetta de 2011. De acordo com a candidata, não existiu um motivo específico para a escolha do carro. O que existiu foi a vontade de obter um veículo que servisse para a locomoção dos cinco membros da família dela. No entanto, a candidata lembra que na sua infância, um veículo que marcou a sua memória foi uma Belina do seu pai. Onde brincadeiras com os primos durante as férias no interior do estado aconteciam a bordo do veículo.

 

 

Gabriel Melo / Esp DP
 

Ana Patrícia Alves
A candidata do PCO não utiliza nenhum veículo particular para a sua locomoção. No entanto, a sua bicicleta, que tem um peso afetivo, não sai de perto dela. É a sua forma de transitar na cidade. De acordo com Ana Patrícia, carro nunca foi uma propriedade sua e o amor que ela tem por sua bicicleta transcende as décadas. Quando se tornou mãe, há mais de quinze anos, a utilização da bicicleta para levar as suas duas filhas para creche e acompanhá-las em demais passeios era tanta que a fez ficar conhecida no seu bairro pela singularidade. Ela mantém a mesma bicicleta desde então, mas os cuidados e as manutenções são constantes.

 

 

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
19 de novembro de 2018

Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe