Oficina

Resfriamento com segurança

Atentar-se quanto ao funcionamento do ar-condicionado faz bem tanto para os ocupantes quanto para o automóvel

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/07/2018 09:14 / atualizado em 23/07/2018 09:49


Thalyta Tavares/ Esp. DP


Com a correria do dia a dia e uma rotina muitas vezes apertada, é comum encontrar pessoas que esquecem de verificar algumas partes específicas do veículo. A fim de garantir um bom funcionamento por completo do bem, fazer revisões periódicas e prestar bastante atenção aos sinais que o carro alerta é imprescindível.
 
Responsável por resfriar o ambiente do carro deixando-o com a temperatura mais estável, o ar-condicionado exerce um papel de grande importância. O que muitos não sabem é que algumas práticas, quando exercidas constantemente, influenciam diretamente tanto no funcionamento do sistema quanto na saúde dos passageiros que trafegam. O proprietário da Friauto Ar-Condicionados Automotivos no Recife, Joaquim Cordeiro, conta que, apesar de ter diversas vantagens, o sistema de ar-condicionado pode apresentar problemas bastante comuns. “Geralmente há a obstrução do filtro de cabine, além da perda de gás devido à corrosão do sistema e o super aquecimento do carro”, completa.
 
Geralmente o prazo de durabilidade de um ar-condicionado automotivo varia entre quatro e cinco anos. Joaquim explica que, geralmente, carros parados por muito tempo são propícios a problemas no sistema de resfriamento. “Por não circularem constantemente, é normal que o sistema acuse uma perda de gás e, consequentemente, interfira no funcionamento do sistema. Às vezes pode até ser um dano que o aparelho sofre”, diz. O sistema de ar-condicionado é composto pelo compressor, seguido do condensador, eletroventilador, serpentinas, filtro secador, válvula de expansão, evaporador, mangueiras, pressostatos e, por último, o transdutor de pressão.
 
Joaquim orienta que não há como eliminar a umidade que se acumula, por exemplo,nas galerias por onde passar o ar, porém algumas medidas podem ser feitas a fim de evitar este tipo de problema. “É importante manter o botão ‘reciclo’ sempre fechado por conta da umidade relativa do ar. O problema é que nem todos os carros tem o filtro de cabine 100% eficiente”, ressalta Joaquim.
 
Infelizmente não há como prever quando o sistema de ar-condicionado acusará problemas, mas seguir algumas recomendações podem auxiliar na prevenção de possíveis problemas futuros. “É primordial fazer checagem uma vez por ano ou a cada 50 mil quilômetros rodados no automóvel. Mantenha sempre limpa a parte interna do seu veículo. O ar-condicionado, por sua vez, acaba sugando todas as impurezas lá existentes e, desta forma, influencia diretamente não só no funcionamento do sistema, mas também na qualidade da saúde dos passageiros que dependem do veículo”, finaliza.

saiba mais

- Mantenha o seu carro limpo internamente;
- Faça checagem uma vez por ano ou a cada 50 mil quilômetros rodados;
- Atente-se quanto aos odores que o ar pode liberar;
- Verifique o manual do veículo;
- Ao constatar qualquer diferença, não hesite em procurar uma oficina especializada.
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
16 de agosto de 2018
15 de agosto de 2018