Escolha certa

Cores dos veículos influenciam diretamente no seu custo benefício

Comprar um carro requer atenção na motorização, preço e até na coloração. É que a cor está diretamente relacionado à revenda

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/05/2018 12:00 / atualizado em 21/05/2018 15:05 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco
Dificilmente a compra de um carro acontece no impulso e dispensando análise de critérios como custo benefício para o perfil do comprador. No entanto, um quesito tem que ser levado em conta quando a ideia é passar um período acima de três anos com um veículo e depois revendê-lo: a cor do carro. 
Carros coloridos demoram mais para terem reparos concluídos nas oficinas  - João Velozo / DP Carros coloridos demoram mais para terem reparos concluídos nas oficinas

Um levantamento do Mercado Livre sobre a preferência por cores de veículos identificou as mais buscadas entre os visitantes da plataforma no mês de março. O campeão de buscas foi o clássico preto, com predomínio de cores neutras nas primeiras posições. Mas o levantamento, feito pela área de Classificados, revelou a preferência dos visitantes por cores mais extravagantes, tais como: amarelo, verde e dourado.
  
Carros amarelos são os mais procurados nos classificados  - Fiat / Divulgação Carros amarelos são os mais procurados nos classificados

De acordo com o gerente de pós-venda da Disnove, Marcelo José da Silva,  a escolha por um automóvel que seja predominantemente de cores que são fora do habitual, por exemplo, pode estar diretamente ligada a um maior grau de depreciação. “É que essas cores estão mais suscetíveis a manchas e os reparos dificilmente vão ficar com um tom uniforme.

Pois não é comum nas oficinas a disponibilidade de peças com aquela cor específica. Além disso, em uma necessidade de troca de algum item da lataria, o serviço teria que acontecer na autorizada e, muito provavelmente, a demora para a peça chegar seria maior, porque teria que ser solicitada a cor específica, que dificilmente tem estoque nas lojas”, afirma o gerente.
Cor laranja imperial da Frontier chama atenção no trânsito, mas pode dar prejuízo

Para a estudante Priscila Facundes, carro agora só com cores clássicas. “O meu carro era amarelo. Uma vez precisei trocar o para-choque e não achei outra peça da mesma cor. Mandamos pintar, mas não ficou igual ao restante do carro. Dava para perceber a diferença do tom na peça”, lembra. A estudante demorou para conseguir revender o seu carro e agora é taxativa. “Muito mais fácil um carro preto”, conclui.  
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
14 de dezembro de 2018