Design

Carro hoje, projeção ontem

Para um veículo ser lançado, ele passa por um longo período de estudo de design e formas. Saiba um pouco mais sobre esse processo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/07/2017 10:28 / atualizado em 31/07/2017 10:48 Gabriela Bento
Ford, Peugeot e Volkswagen costumam divulgar os esboços dos principais lançamentos para dar um gostinho a mais - Volkswagen/divulgação Ford, Peugeot e Volkswagen costumam divulgar os esboços dos principais lançamentos para dar um gostinho a mais
Quatro anos para ser pensado, desenvolvido e ajustado. Menos de um minuto para ser todo montado. Isso significa que o veículo que será lançado em 2021 está sendo projetado hoje. Logo, as equipes de planejamento e design das montadoras vivem o futuro agora. Para o projeto sair do papel e o veículo ser finalmente abastecido com combustível e começar a rodar existe um longo processo, com algumas etapas e vários componentes. Só, enfim, o carro é montado com toda a parte mecânica e peças internas, como bancos, volante, painel e vidros.

O chefe de design da Volkswagen Brasil José Carlos Pavone, que trabalha na área há 15 anos e tem colaboração em mais de 30 projetos da VW, explica como é o primeiro passo. “Geralmente, o marketing identifica um nicho. Mas, em alguns casos, alguns modelos nascem do estúdio de design”. O estilo é a primeira parte a ser definida. Tamanho e forma são escolhidos de acordo com as necessidades encontradas no segmento. “Aspectos dimensionais, funcionalidade e equipamentos são avaliados. Detalhes de faróis, musculatura e cores também são importantes para atingir um público”, relata o chefe de design. Cada carro tem o seu projeto, mas a identidade visual da marca é carregada em todos os modelos. “Apesar das mudanças, a gente mantém uma identidade que você consegue reconhecer que é um carro da Volkswagen”, complementa.
Para que o carro saia do papel são envolvidas, em média, 50 pessoas no processo criativo - Peugeot/Divulgação Para que o carro saia do papel são envolvidas, em média, 50 pessoas no processo criativo

Para que o carro saia do papel são envolvidas, em média, 50 pessoas no processo criativo. Todas as etapas são importantes. As cores, por exemplo, são escolhidas para chamar atenção nos lançamentos, mas para o dia a dia talvez elas não sejam tão bem aceitas. “Nos salões, as peças são mais conceituais, temos mais liberdade. Mas nas ruas as cores são diferentes porque as outras podem cansar”, explica Pavone. Relacionando com o mercado da moda, os salões são como as passarelas, onde surgem as tendências.

Depois de toda a parte de design definida, é hora de partir para a engenharia e testes e, finalmente, montagem. De forma integrada, o trabalho das equipes vai tomando formas. “Quando definido, não se mexe mais, congelamos o projeto. Há limites físicos, é um trabalho técnico e forte. Cerca de 18 meses antes do lançamento, tudo deve estar pronto”, conclui Pavone.

Ficou curioso para saber como é a parte mecânica? A equipe do DP Auto vai explicar em uma próxima matéria para você.
 
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
23 de novembro de 2017
22 de novembro de 2017