Mais caro e afiado

Honda lança o renovado CR-V, que chega bem modificado, mas perde competitividade pelo preço

Nova geração do Honda CR-V chega ao Brasil com proposta mais sofisticada e esportiva, por R$ 179.900. Modelo passa a vir dos Estados Unidos, perdendo os benefícios fiscais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/03/2018 15:11 / atualizado em 27/03/2018 17:53 Pedro Cerqueira /Estado de Minas


SUV da marca japonesa ganhou dimensões maiores e formas ainda mais robustas - Honda/Divulgação SUV da marca japonesa ganhou dimensões maiores e formas ainda mais robustas
 

De São Paulo - A quinta geração do Honda CR-V foi lançada primeiro nos Estados Unidos, mercado em que faz muito sucesso, no início de 2017. Agora é a vez do Brasil receber o SUV médio da marca, que foi totalmente renovado. Como o modelo não é mais fabricado no México, de onde vinha com benefícios fiscais, o mercado brasileiro passa a ser abastecido via Estados Unidos, o que reduzirá bastante sua oferta, que inicialmente será de 500 unidades em 2018.

Lanternas traseiras com LEDs, rodas de liga leve de 18 polegadas e detalhes cromados por toda parte - Honda/Divulgação Lanternas traseiras com LEDs, rodas de liga leve de 18 polegadas e detalhes cromados por toda parte

Apesar de ter conservado seu porte, o CR-V ganhou linhas novas. Os vincos do capô e as caixas de roda encorpadas deixaram o modelo musculoso, enquanto os para-choques com estilo de escultura tornaram o visual mais robusto. As dimensões estão ligeiramente maiores: 4,59m de comprimento (mais 3cm), 1,85m de largura (mais 3,5cm), 1,66m de altura (mais 1,2cm) e 2,66m de entre-eixos (mais 4cm). Completam o novo design o conjunto óptico com LEDs, rodas de 18 polegadas e muitos elementos cromados.

 


INTERIOR O acabamento é caprichado, com couro e material imitando madeira, além de plástico de toque macio. O interior tem bom espaço para os passageiros, com direito a saídas de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro. Devido ao assoalho quase plano, até o passageiro central viaja com relativo conforto. O porta-malas perdeu volume e agora tem 522 litros. Ainda assim, segundo a Honda, a área total de carga está 25cm mais longa. Com o banco traseiro rebatido, o espaço de carga plano é de 1,5m. A tampa do porta- malas tem abertura elétrica, inclusive com acionamento a partir do movimento do pé sob o para-choque.

Sistema multimídia tem navegação nativa e espelhamento do smartphone com Apple CarPlay ou Android Auto - Honda/Divulgação Sistema multimídia tem navegação nativa e espelhamento do smartphone com Apple CarPlay ou Android Auto

O motorista encontra a posição ideal de dirigir com a coluna de direção com ajustes de altura e distância, e banco com ajustes elétricos (incluindo lombar). O banco do passageiro também conta com ajustes elétricos. Outro equipamento importante é o head up display, que projeta informações como velocidade e conta-giros em uma película que fica na linha de visão do motorista. O painel de instrumentos é digital, em tela configurável de sete polegadas. O interior também traz teto solar elétrico.

O painel de instrumentos é totalmente digital, com tela configurável de sete polegadas - Honda/Divulgação O painel de instrumentos é totalmente digital, com tela configurável de sete polegadas

MOTOR A Honda também buscou melhorar a dinâmica do CR-V. O motor agora é mesmo 1.5 turbo a gasolina usado pelo Civic, mas com uma calibração exclusiva, que melhorou sua performance. O SUV tem 190cv de potência e 24,5kgfm de torque, disponível já aos 2.000rpm, que é o bastante para impor o ritmo ao veículo, que pesa 1.607kg. O câmbio automático tipo CVT simula sete marchas, permitindo respostas bem mais rápidas. A transmissão traz modo esportivo, que faz mudanças de marchas em rotações mais elevadas, e trocas manuais por meio de aletas no volante. As mudanças de marcha são rápidas e suaves, mas, ao afundar o pé no acelerador, os giros vão nas alturas e o motor urra. A tração é integral sob demanda, aprimorando a estabilidade. A direção tem assistência elétrica com relação variável, com boa sensibilidade. Já a suspensão traseira é do tipo multilink, combinando estabilidade e conforto. Para atacar as curvas com mais disposição, o modelo conta até com sistema de vetorização de torque.

Assoalho praticamente plano favorece o espaço no banco traseiro, que conta com saídas do ar-condicionado - Honda/Divulgação Assoalho praticamente plano favorece o espaço no banco traseiro, que conta com saídas do ar-condicionado

MAIS CARO O CR-V passa a vir para o Brasil em versão única Touring, topo de linha, sem oferta de opcionais, que custa R$ 179.900. O pacote de segurança envolve seis airbags (frontais, laterais e de cortina), sistema anticapotamento e controles de tração e estabilidade. Para trocar de faixa com mais segurança, a imagem de uma câmera localizada no retrovisor direito é reproduzida na tela central de sete polegadas sempre que o motorista liga a seta para a direita. O sistema multimídia tem navegação nativa e espelhamento do smartphone (com Apple CarPlay ou Android Auto).

O porta-malas perdeu volume e agora tem capacidade de 522 litros - Honda/Divulgação O porta-malas perdeu volume e agora tem capacidade de 522 litros

O novo CR-V custa R$ 31 mil a mais que a geração anterior na versão EXL, um degrau abaixo da Touring. Sim, é caro, mas há de se levar em conta que o modelo evoluiu, ganhou conteúdo e não conta com benefícios fiscais. Se colocarmos nessa equação a cota reduzida de unidades destinadas ao Brasil e a fidelidade do cliente deste modelo, chegamos à conclusão de que a Honda não terá muita dificuldade para vender este SUV por aqui.
O motor é mesmo 1.5 turbo a gasolina usado pelo Civic, com 190cv de potência e 24,5kgfm de torque - Honda/Divulgação O motor é mesmo 1.5 turbo a gasolina usado pelo Civic, com 190cv de potência e 24,5kgfm de torque

* Jornalista viajou a convite da Honda

Tags: geração nova esportivo utilitário utility sort cr-v honda

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
13 de julho de 2018
12 de julho de 2018