Chuva

Inverno já chegou em Pernambuco, saiba dos cuidados com o veículo

Transitar com o automóvel em dias de chuva na Região Metropolitana do Recife requer atenção redobrada e manutenção em dia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/06/2017 09:10 / atualizado em 05/06/2017 11:58


No dia 21 de junho começa oficialmente o inverno no Brasil, mas desde o mês de abril as chuvas constantes causam problemas e dores de cabeça no Recife e região. O alto nível pluviométrico ocasionou alagamentos em vários pontos da cidade nos últimos dias. Pode até ser clichê, mas é preciso ter cuidado na hora de pegar o veículo e sair de casa para enfrentar as ruas molhadas e os buracos. A palavra de ordem antes de enfrentar essa época do ano é prevenir, desde os itens mais básicos e fáceis de cuidar, como os limpadores de para-brisa, até itens essenciais e mais complexos, como o motor do veículo. Por isso o DP Auto separou algumas dicas importantes para garantir a atenção extra na hora de dirgir na chuva. Confira.

Uso dos faróis ajuda na visibilidade, até durante o dia - Julio Jacobina/DP Uso dos faróis ajuda na visibilidade, até durante o dia
Visibilidade:
Durante chuvas mais fortes o campo de visão do motorista é atingido naturalmente. O item responsável por ajudar o condutor nessas horas é o limpador. Se eles estiverem comprometidos, dificulta a percepção e pode causar sérios acidentes. O uso dos faróis também pode ajudar na visibilidade. “É importante verificar se os componentes de luz estão funcionando bem antes de tirar o carro da garagem”, explica o mecânico da Centroservice Antônio Francisco.

Revisão nos pneus pode evitar a aquaplanagem - Nando Chiappetta/DP Revisão nos pneus pode evitar a aquaplanagem
Aderência:
Os pneus são a parte do carro que entram em contato direto com o solo e por isso sofrem os maiores desgastes. Quando mais careca um pneu estiver, menos aderência ele terá ao solo. Isso em épocas de chuva, com as vias molhadas, pode significar deslizamento na pista e perda de controle do carro.

Curto circuito: Se o carro não estiver com a vedação em dia, a infiltração pode ser uma dor de cabeça maior do que se imagina. O contato da água com a parte elétrica do carro pode causar pane e o veículo pode começar a falhar. “Se alguma luz no painel acender é importante parar o carro e verificar qual o problema”, afirma o especialista.

Checar a vedação do veículo é essencial para evitar problemas elétricos e acúmulo de mofo no estofado.  - Paulo Paiva/ DP Checar a vedação do veículo é essencial para evitar problemas elétricos e acúmulo de mofo no estofado.
Mofo:
Outro problema causado pela falta de infiltração é o mofo que pode atingir o estofado no interior do veículo. O ideal, se as bactérias ainda não se alastraram muito, seria abrir portas e janelas no sol, porém, com o frio constante o proprietário deve visitar um lava-jato para fazer o serviço. Na pior das hipóteses é necessária a troca dos estofados.

Se o veículo desligar no meio do alagamento, não tente ligá-lo novamente - Thalyta Tavares/Esp.DP Se o veículo desligar no meio do alagamento, não tente ligá-lo novamente
Alagamento:
Se o carro tiver que passar por alguma parte onde o nível da água esteja alto é importante tomar diversos cuidados. Não se deve trocar a marcha durante a travessia, Antônio ainda faz um alerta aos motoristas. “Se, ao atravessar um alagamento, o carro desligar, não ligue ele novamente! Chame um guincho. Acionar o veículo novamente pode fazer com que água entre no motor”, destaca.

Tomar todas as precauções e deixar o carro seguro para enfrentar a chuva não são suficientes se o motorista não mantiver uma postura atenta quando estiver a bordo. Algumas ações e comportamentos podem ajudar ainda mais a enfrentar as águas. Manter as mãos no volante, acender os faróis (mesmo durante o dia), manter uma boa distância entre os carros, manter a velocidade igual ou inferior ao limite e ligar o desembaçador do para-brisa podem evitar dores de cabeça e acidentes.
 
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
19 de novembro de 2017
17 de novembro de 2017