Seminário

O futuro é dos híbridos. Oficinas mecânicas investem em capacitação dos profissionais

Número de oficinas mecânicas capacitadas para o conserto e manutenção de carros híbridos ainda é pífio, mas tecnologia está cada vez mais presente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 22/05/2017 11:00


Cerca de quatro mil veículos com tecnologia elétrica e híbrida circulam hoje no Brasil. Número que se perde na imensidão dos 43 milhões de automóveis de todos os tipos que percorrem atualmente as rodovidas nacionais. Os dados são provenientes da Associação Brasileira de Veículos Elétricos, instituição que, inclusive, mensura em centenas o número de estabelecimentos capacitados para o conserto e manutenções dos ecológicos. No início dos anos 2000 os incentivos fiscais para a chegada de carros ecologicamente corretos eram escassos e a conta não fechava para as montadoras trazerem tais automóveis, que sempre alcançaram um número de vendas satisfatório em outros países, para o mercado brasileiro.

Contudo, com a atual isenção do imposto de importação, desde que o veículo tenha autonomia mínima de 80 km, montadoras como Toyota, Nissan e Renault ensaiam a frota dos ecológicos no Brasil. A Nissan já entregou unidades do Leaf para taxistas do Rio de Janeiro. Com apenas 30 litros no tanque, a van é abastecida 100% com etanol e pode receber um grande percentual de água para “render” ainda mais o combustível. Já a francesa Renault deu alguns Twizy e Zoe para a Prefeitura de Curitiba e os carros rodam por várias partes do estado do Paraná de uma forma compartilhada. A Toyota emplaca unidades do Prius em todo o Brasil e, de acordo com a montadora, o sedã percorre cerca de 18 km com um litro de gasolina com a tecnologia híbrida.

Para o engenheiro mecânico Tomás Santos, os números que estão ligados ao consumo dos híbridos representam diretamente a taxa de emissão de gases no ambiente. “Se é utilizada pouca gasolina, é menor a quantidade de emissão de gases na atmosfera. É uma conta proporcional”, afirma. Mas o que fazer e quem procurar quando um carro híbrido não responder por determinada função? Ou simplesmente precisar de alguma manutenção? As concessionárias que vendem os veículos podem ser a primeira resposta. Mas a capacitação dos profissionais ainda não se popularizou no país.

Para divulgar mais detalhes sobre a tecnologia e estimular o estudo para os profissionais da área em relação à manutenção dos motores híbridos, o Sebrae Pernambuco irá promover um seminário sobre o tema na terça-feira às 19h. O evento acontecerá no auditório do Senac, instituição parceira do evento, localizado na Avenida João de Barros, no Espinheiro, Recife.

O consultor e palestrante Alexandre Costa, especialista em inteligência de mercado e com experiência no setor automotivo, apresentará alguns modelos e explicará como o empresário pode adequar seu negócio às tendências ecologicamente corretas. “Hoje, poucas oficinas atendem esse público de híbridos e elétricos. Precisamos capacitar e ficar atentos as novas tecnologias que estão sendo desenvolvidas de forma mais limpa e menos poluente”, comenta o analista. As inscrições custam R$ 30 e podem ser feitas pelo site loja.pe.sebrae.com.br.
 
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
18 de agosto de 2017
17 de agosto de 2017