Coluna

Confira os destaques de Jorge Moraes de 15/05/2017

Colunista fala sobre a reprovação do Ônix em teste de colisão lateral feito pelo Latin NCap

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/05/2017 09:00
Na última quinta-feira, uma notícia polêmica tomou conta do mercado na indústria automobilística nacional. Em teste de colisão lateral, realizado pelo Latin NCap, o carro mais vendido no Brasil, o Onix foi reprovado. O hatch teve o pior desempenho no teste que simula a segurança do motorista e passageiro ficando com zero estrela. A associação de consumidores Proteste pede que a GM retire os carros das revendas e a Chevrolet se defende divulgando que o Onix cumpre integralmente com todos os requisitos locais de segurança dos mercados onde é vendido na América do Sul.
 
O teste de segurança realizado pelo Latin NCap (Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe) avaliou colisões envolvendo ocupantes adultos. Para a criançada, dentro de cinco estrelas possíveis, o Onix anteriormente tinha conseguiu apenas três. O relatório do novo exame diz que “o teste de impacto lateral evidenciou uma compressão alta no peito do passageiro adulto, divulgando uma alta Penetração na estrutura. Divulgamos no nosso portal o assunto que reforça dizendo que Onix não contava com dispositivos de absorção de energia em sua estrutura para impacto lateral, apenas barras nas portas".
 
Para a entidade, o carro não atende as exigências mais básicas da regulação para impacto lateral da ONU (Organização das Nações Unidas). O Onix atingiu uma nota considerada aceitável para as crianças, mas a Latin NCap apresentou duas ressalvas. A primeira é que as portas traseiras se abriram no teste, o que poderia expor crianças a maiores riscos em uma colisão. Outro ponto citado foi o cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira não possui ancoragens Isofix (padrão de fixação que facilita a instalação de cadeirinhas).
 
Só lembrando que em 2014 a nota foi maior: o carro obteve um resultado de três estrelas na avaliação de segurança para ocupantes adultos. Em 2016, a Latin NCap passou a examinar também colisões laterais, cujo desempenho ruim levou à reprovação do modelo.  A GM reforçou no seu discurso que coloca o cliente no centro de tudo e anunciou em 2015 um investimento de bilhões de dólares para o desenvolvimento de uma família de veículos totalmente nova, respondendo à rápida mudança da demanda de clientes na América Latina e em outros mercados globais em crescimento.
 
Boatos
Anda circulando nas redes sociais a informação de que a JAC Motors está saindo do Brasil. A notícia vinha anexada a uma imagem de um documento da Receita Federal. O documento é legítimo, mas a JAC desmentiu o boato e assegurou que as operações no  país seguem normalmente.

Auto Motor
Na TV Tribuna neste domingo, às 10h, brindando a passagem do primeiro mês na nova emissora e trazendo as principais informações e matérias do segmento. Vale a pena ficar ligado no programa.

Renault Sport
A divisão vende 45 mil carros por ano e a marca francesa busca aumentar a representatividade no país. Estilo e engenharia tem de sobra para isso. Gostei do Sandero RS. São 2.200 veículos "exclusivos" circulando pelo país.

Na Volkswagen
A montadora já confirmou as datas de lançamentos globais para seus próximos modelos. A primeira fica por conta da estreia mundial do novo Polo, com largada de produção marcada para junho. Na lista ainda estão o Phideon, T-Roc, Virtus, Touareg e o novo Jetta.

E o Argo?
Pelo que vi e nada por enquanto de novo posso falar, porque assinei um protocolo de embargo temporário, vai ser a maior surpresa do segmento em matéria de design, acabamento e elegância.

Autônomos
O estado de Nova York autorizou testes com veículos autônomos sem motoristas nas vias públicas da cidade. O programa deverá durar um ano e as empresas interessadas em testar seus carros já podem manifestar interesse.

Uno mais barato
Sua última atualização aconteceu em setembro do ano passado e o Uno já está nas lojas como linha 2018. A nova é o preço e sua versão de entrada. Originalmente o Attractive 1.0 que custava R$ 43.320 era o mais barato, agora a posição é tomada pela versão Drive 1.0 que custa R$ 42.980.
 
Divertida
A campanha da Toyota para a nova linha do Etios tem uma proposta interessante e intrigante. O fabricante aposta claramente no brand, na confiança, na resistência e no prestígio que está atrelado à marca japonesa no mercado brasileiro, sempre utilizando o humor. 

Motos em alta
O número de motocicletas produzidas no Brasil teve um aumento de 2,1% em abril, com 64.380 unidades. Os números são da Abraciclo que afirma que a comparação é em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a quantidade de motos fabricadas foi de 63.036 motos.
 
Provocação
O topo dos carros elétricos, atualmente, pertence à Tesla. Porém, a Volkswagen afirma que não ficará para trás. Com o novo projeto que tem como mote principal os Evs, a montadora alemã acredita que vai ultrapassar a norte-americana em um futuro bastante próximo.
 

Tags: bh

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2017