Serviço

Lembrete: acenda o farol

Em fase de adaptação, muitos condutores dirigem nas rodovias com as luzes apagadas de dia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/02/2017 17:03 / atualizado em 23/02/2017 14:03 Gabriela Bento

Em outubro, a Justiça Federal determinou a volta da penalidade para motoristas e motociclistas que deixarem de acender os faróis baixos na rodovias federais e estaduais de todo o país, independente do horário. Ou seja, durante o dia as luzes dianteiras também passaram a ser indispensáveis. Agora, os condutores têm a missão de se adaptarem para não correr risco: o esquecimento pode valer uma multa - R$ 130,16, mais quatro pontos na CNH - e até vidas.


Para pesquisadores, a legislação contribui para um trânsito mais seguro - Arquivo DP Para pesquisadores, a legislação contribui para um trânsito mais seguro

 

A medida, que já é utilizada há quase 10 anos na Inglaterra e nos Estados Unidos, mostrou-se eficiente fora do Brasil. Para o professor de engenharia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)  Oswaldo Lima Neto, a legislação contribui para um trânsito mais seguro. “Pode-se reduzir batidas em cerca de 5% a 10%, pois a luminosidade aumenta a atenção dos condutores. Quando tratamos de vidas, qualquer medida para melhorar é válida. Hoje, na Europa e EUA é exigido, inclusive, que os carros já venham com DRL. Ao dar partida no carro ou moto, as luzes se acendem automaticamente, como algumas motos”, explica o especialista.

Apesar da lei já estar valendo, muitos são os proprietários de veículos que acabam saindo de casa sem lembrar de ligar os faróis. A contadora Ana Lúcia Anacleto encontrou um desafio além de só acendê-los. “Estava com muita dificuldade em recordar, mas coloquei um aviso em um post-it no meu carro e resolvi. Mas agora o meu problema é desligar. Acabei deixando-os ligados e a minha bateria arriou, fiquei no meio da rua”, comenta.

 

A contadora Ana Lúcia Anacleto resolveu o problema do esquecimento de acender os faróis colocando post it de lembrete dentro do veículo - Anderson Freire / DP A contadora Ana Lúcia Anacleto resolveu o problema do esquecimento de acender os faróis colocando post it de lembrete dentro do veículo
 

 

A polêmica legislação de 2016 repercutiu e causa dúvidas até hoje. A lei foi decretada, mas não foi divulgada e esclarecida para os usuários. “Como as rodovias estão mal sinalizadas e não há campanhas educativas, é comum que as pessoas confundam as vias e não entendam o porquê que elas estão sendo obrigadas a isso. Antes de se fiscalizar e penalizar, educar e organizar seria a melhor solução”, enfatiza o professor Oswaldo Lima Neto.

PARA NÃO ESQUECER:
Além do método, podemos dizer, um pouco mais antigo, do papelzinho colado no painel, existem outras alternativas mais tecnológicas que os motoristas podem recorrer. Vale lembrar que o motociclista não pode utilizar smartphones enquanto pilota. A boa notícia é que as motos mais recentes já possuem sistema DRL. Quando ligadas, o farol é acionado automaticamente. Mas, aos que conduzem motos, fiquem atentos: algumas têm chave de farol. Então, é bom não esquecer de destravá-las.

Aplicativos

Aplicativo Acenda o Farol

Um estudante goiano inovou e desenvolveu um app que lembra o motorista de ligar as luzes baixas, Acenda o farol. Quando o veículo chega a 70 metros na rodovia, o programa toca a música Acenda o farol, de Tim Maia e mostra uma notificação. Mesmo que você esteja sem internet, ainda é possível usar o aplicativo colocando a velocidade que deseja.

Waze
Em parceria com a SulAmérica, o Waze prometeu disponibilizar informações extras, como sinalização de locais com velocidade reduzida, indicação de cruzamentos com alto índice de acidentes, avisos sobre áreas escolares ou que contenham ciclistas e ajuda aos motoristas para não esquecerem de acender os faróis de dia. Vale investir em um suporte para smartphones.

 

 

Tags: nova

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
26 de fevereiro de 2017
25 de fevereiro de 2017
24 de fevereiro de 2017