Equipamento automotivo

De olho no som para os dias de carnaval

Nova legislação de trânsito, aprovada em outubro, proíbe o uso dos equipamentos sonoros automotivo nas vias públicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 30/01/2017 09:00 / atualizado em 23/02/2017 14:29 Gabriela Bento

Consumidores têm procurado opções de som mais sofisticados e tecnológicos - Paulo Paiva/DP Consumidores têm procurado opções de som mais sofisticados e tecnológicos
Clima de fim de férias, carnaval chegando. Tempo bom para reunir os amigos e promover algumas festinhas. Organizar blocos no meio da rua é comum nessa época do ano, mas você já pensou no som do seu evento? Devido à resolução de nº 624, que regulamenta a fiscalização do som de veículos, não é mais possível usar equipamentos sonoros automotivos em vias públicas. Por causa da nova legislação, não é mais tão comum encontrar carros equipados com paredões na Região Metropolitana do Recife, mas não é por isso que o mercado deixou de existir: houve uma baixa na procura por modelos outdoors, contudo os fãs de sons automotivos ainda priorizam os equipamentos mais eficientes. Se o motorista procura potência, qualidade, definição e emoção no seu acessório, é possível encontrar boas opções no mercado.

 

Segundo o diretor de operações da Centrocar Recife, Marcos Santana, os clientes têm procurado instrumentos mais sofisticados. “O nosso foco aqui são sons para consumo interno, som original e com melhor qualidade. Os aparelhos têm maior intensidade, sem fazer barulho, você escuta de fato o som”.


O web designer Diogo Alves, usuário de carteirinha de som de qualidade há quase quatro anos, considera mais que um hobby. “Eu decidi investir em um som com definição porque amo música. Prefiro ouvi-las com qualidade. Gosto do som que não tenha ruídos, com potência elevada. Não vivo sem”.


Com alto custo, os equipamentos de boa qualidade são resistentes, mas ainda requerem cuidados para que o usuário possa prolongar o tempo de vida útil e não os danifique rapidamente. “Eu nunca tive problema com o meu som, nunca precisei trocá-lo por defeito. Eu faço coisas básicas como limpeza, quando vou lavar o carro e também tenho cuidado com a tela, mas não é nada em especial. Além do conforto, ainda tenho o benefício da longevidade”, explica Diogo.


PENALIDADE

 

Fique atento: em outubro, foi aprovada, pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a Resolução de nº 624 que regulamenta a fiscalização do som automotivo. A medida permite que o ruído ouvido do lado de fora do carro seja constatado até mesmo sem medidor de decibéis. Caso esteja ‘perturbando o sossego público’, independentemente do volume e da frequência do som, será considerado infração grave (5 pontos), podendo também ser aplicada uma multa de R$ 195,23 (valor reajustado em 1º de novembro) e retenção do veículo.
Para o segmento, a resolução não trouxe forte impacto nas vendas. “Os clientes buscam mais por equipamentos para consumo interno. Quem está fora, pode até escutar uma ressonância, o grave você consegue perceber, mas não chega a incomodar”, avalia Marcos Santana, diretor de operações da Centrocar.

 

 

Os tops:

Pioneer
DEH-X1780UB


Pioneer DEH-X1780UB - Pioneer/divulgação Pioneer DEH-X1780UB


Definitivamente este é o som mais procurado entre os brasileiros, principalmente por causa do seu custo-benefício. O equipamento traz botões iluminados, interface que se conecta a sistema de celular Android, saídas RCA com controle para subwoofer, reproduz arquivos MP3, WMA e WAV e ainda conta com entradas USB e AUX frontais. Esse modelo pode ser encontrado na média por R$ 400.


Multilaser

P3180 Rock


Multilaser P3180 Rock - Multilaser/divulgação Multilaser P3180 Rock


A Mutilaser também é uma
das marcas populares de som e tem os melhores preços do mercado. Com conectividade restrita, o aparelho P3180
não toca CD e nem DVD, como muitos sons de fábrica,
mas oferece entrada para cartão de memória e USB. Entre os formatos aceitos estão: MP3, AAC, MP4 e AVI, imagens, decodifica vídeos e suporta exibição de letras de músicas para que você cante junto. O modelo custa a partir de R$ 180, mas é possível encontrar opções mais em conta nos sites de compra.


Sony
DSX-A100

 

Sony DSX-A100
 - Sony/divulgação Sony DSX-A100


Apesar dos preços mais salgados, a Sony é outra marca que está presente no mercado brasileiro e garante confiabilidade e qualidade. Com alta tecnologia, entrada USB interna e entrada auxiliar frontal, o aparelho permite conectividade com MP3 Player, DVD e outros equipamentos. Para dirigir à noite com segurança, o equipamento oferece a função Black out, que escurece, automaticamente, o display e os botões, entre outros recursos high tech. É possível encontrá-lo por R$ 327.

Pósitron Retratil  
SP6320BT


Pósitron Retratil  SP6320BT - Pósitron/Divulgação Pósitron Retratil SP6320BT

 

A marca é bastante conhecida entre os apaixonados por música e pelo universo automotivo, mas requer um investimento maior. Esse modelo vem com DVD retrátil, o que pode ser perigoso por tirar a atenção do motorista e por isso só pode ser usado com o carro parado. O SP6320BT é conectado através de bluetooth, tem entrada USB, microSD e SWC, sistema que permite comandar o equipamento por meio do controle remoto integrado ao volante de seu veículo. Os preços giram em torno de R$ 795.

 

Saiba mais:

Para poupar tempo e dinheiro, anote essas dicas:

1. Se decidir investir no segmento, procure comprar o kit completo. Não adianta
ter um bom equipamento sonoro, sem amplificadores, por exemplo. Um kit básico pode chegar a R$ 500, então, busque o mais seguro para o seu possante.

2. Gosta de ouvir música muito alta? Então, é interessante investir em um mega-
capacitor. Quando a bateria do seu carro passa a desempenhar no extremo, ela pode não dar conta. O mega capacitor a auxiliará com energia extra.  E fique  atento ao volume do seu som: caso seja ouvido do lado de fora, você pode receber uma multa.

3. O modelo subwoofer é o mais indicado para som interno: ele consegue reproduzir todas as frequências de qualquer música, pois emite subgrave e grave.

4. Preste atenção a distorção do seu som, muitas vezes os alto-falantes queimam
devido a esse problema. Amplificadores de baixa qualidade trazem muito foco na potência, por isso é importante estar atento aos pequenos detalhes.

5. A instalação é um momento importante: acompanhe e não permita emendas nos cabos e fios, pois podem danificar a parte elétrica. Isso pode facilitar a sua vida depois.

 

 

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
24 de abril de 2017