Oficina

Injeção eletrônica: saiba como prolongar sua duração

Item essencial para o funcionamento do veículo, quando não revisado, pode aumentar o consumo de combustível

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/12/2016 18:16 Victor Lacerda


Guilherme Veríssimo / DP
 

 

Ninguém quer pagar mais caro para fazer o trajeto casa-trabalho ou viajar. Mas tem muito condutor por aí que adora dirigir com a gasolina na reserva, o famoso “cheiro”. O que representa um perigo para a injeção eletrônica, responsável por enviar o combustível à câmara de explosão do propulsor. O sistema pede limpezas periódicas e vistorias mais detalhadas. Com revisões, sem prejuízos.


O primeiro sinal aparece logo de cara. Dada a partida, caso a luz com o símbolo do motor continue acesa, é hora de buscar explicações para o mau funcionamento. Como um aviso, o veículo começa a indicar que é hora de buscar uma oficina. Para identificar problemas no sistema eletrônico no automóvel, o mecânico deve buscar o equipamento mais eficaz para a resolução dos possíveis defeitos. É através do scanner automotivo que ele descobrirá o agente responsável pela falha da injeção.

 

Se a escolha do condutor for seguir viagem, é certo que o segundo sinal surgirá: rodar pouco com tanque cheio. O risco é que a luz de aviso comece a acender e apagar de maneira mais frequente, o que pode resultar em perda de potência ao rodar, cortes de funcionamento durante a aceleração e dificultar até a partida do motor. Vale ressaltar que, em casos mais específicos, o dano pode chegar a oscilar o funcionamento do veículo em marcha lenta.

 

A gerente de autopeças Jéssica Tavares destaca que são muitos os donos de veículos que adiam o conserto. “Quando o dono percebe que tem algo de errado com o carro, já foram danificadas não só a injeção, mas diversas peças. Quase sempre vendo a injeção acompanhada de auxiliares”. Estes equipamentos complementares com defeitos podem acarretar um calço hidráulico por excesso de combustível, como também o batimento do motor, dando quase perda total na injeção.

 

Cuidados para maior duração

 

Para prolongar a vida útil da injeção, o motorista deve abastecer o veículo com combustível de qualidade e em postos de confiança. Mesmo assim, o combustível deixa resíduos nos bicos injetores, devido à queima da gasolina/álcool. Existem casos que ocorrem falhas que o próprio sistema consegue corrigir. Quando a luz de aviso acende ou pisca, a dica é desligar o veículo por cinco minutos. Depois é só dar partida e verificar se a luz retorna.

 

 

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2017