Classificação

Nissan March e Versa reprovados em testes

Latin NCAP, programa de avaliação de segurança de veículos novos, divulgou resultado de teste

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/12/2016 17:21 / atualizado em 21/12/2016 18:52 Thamires Lima
Ficar atento às avaliações dos veículos novos é uma oportunidade para saber se realmente vale a pena investir nos carros. A Latin NCAP, programa de avaliação de veículos novos, fez testes exclusivos de auditoria nos modelos compactos da Nissan. O March e o Versa, fabricados no México, foram escolhidos para a avaliação.

Os modelos da Nissan, fabricados no México, ficaram com avaliação inferior aos produzidos no Brasil - Latin NCAP/Divulgação Os modelos da Nissan, fabricados no México, ficaram com avaliação inferior aos produzidos no Brasil


A Latin NCAP determinou que os testes iriam ser feitos no México, com carros idênticos aos brasileiros. Com o resultado do teste, foi visto que os carros produzidos no México têm o pior rendimento que os fabricados no Brasil.
Os protocolos do teste mostraram que a proteção do ocupante adulto era inferior a do Mach e Versa feitos na sede do Rio de Janeiro, em Resende. O Secretário Geral da Latin NCAP analisou questões de segurança como cintos de segurança e airbags. Todos com proteção menor e qualidade baixa em relação a avaliação de 2015, com cerca de 30% de diferença.
No ano passado, o March fabricado no Brasil ganhou quatro estrelas para o passageiro adulto e uma estrela no caso de crianças. Já o Versa também ficou com quatro estrelas quando trata-se de adulto, mas ganhou duas na segurança infantil.
A empresa de segurança solicitou que a Nissan seguisse o padrão alcançado em 2015 com os modelos brasileiros. Em resposta, a fabricante japonesa garantiu que os carros produzidos no México irão alcançar as quatro estrelas no quesito proteção infantil e adulto.




Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
23 de outubro de 2017