Carros Antigos

Paixão por automóveis vira profissão

Colecionador de relíquias automotivas e boas histórias ao volante, Fernando Miranda, 69 anos, é admirador de carros desde criança

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/12/2016 10:33 / atualizado em 19/12/2016 14:16 Gabriela Bento

Apaixonado por carros desde criança, Fernando Miranda sempre adorou cuidar do carro do seu tio Astrogildo. Após anos de dedicação, ele herdou o veículo, um Ford 1948 conversível, conquistando o seu primeiro possante aos 18. O amor foi tão grande que tomou proporções mais sérias e virou trabalho. Miranda passou a ser corretor de automóveis e até hoje continua a empreender na área.

 

Bianca Lima / DP
 


A história de adoração ao universo automotivo ainda lhe rendeu outras consequências: Fernando passou a fazer parte de federações, foi jurado em concursos de carros antigos e chegou à presidência do Caape - Clube de Automóveis Antigos de Pernambuco - há seis anos. “Para o dia a dia, claro, uso carro novo. Mas eu gosto mesmo é dos antigos, sempre foi um sonho. Tudo ligado a automóvel, eu me envolvo. Já fui até juiz de corrida de carrinho de controle remoto”, relembra. Hoje, aos 69 anos, Miranda garante que o amor só aumentou.


Atualmente o empresário possui uma Lafer 1977 e uma TL 1975, ambas Volkswagen. "Eu sempre gostei da marca e quando eu andei em um Lafer, me apaixonei. Procurei por dois anos e finalmente encontrei”, comenta Fernando. Mas comprar a MP não foi tão fácil, Miranda precisou dar um “jeitinho”. Ele sugeriu um preço, mas precisou mostrar que o valor era o melhor já mencionado. “Eu pedi para o meu irmão oferecer uma quantia mais baixa que a minha e deu certo”, comemora.

 

Bianca Lima / DP
 


Apesar de ser um pouco mais limitado, o empresário viaja até para outros estados com os possantes. “Temos encontros no qual nos reunimos com outros amantes de antigos, em vários lugares do Brasil. Se cansarmos ou tivermos algum imprevisto, sempre temos uma cegonha que nos acompanha. Dá tudo certo”, explica Fernando.


Embora sejam de fácil manutenção, os carros mais antigos precisam de atenção, pois se estragam com o tempo. “A maresia aqui é muito forte, por conta da praia, então é importante ter cuidado redobrado. Pneu tem validade, as borrachas ressecam, as partes metálicas podem enferrujar”, explica. Dar partida no seu xodó também é importante para que ele esteja sempre pronto para circular, pois o motor esquenta, a gasolina circula, evitando entupimento, fazendo com que o carro todo trabalhe. Não deixe de aproveitar a sua máquina!

CAAPE
Para se associar ao  tradicional Clube de Automóveis Antigos de Pernambuco, que aproxima os apaixonados há 33 anos, é muito simples: basta gostar dos possantes mais clássicos. Os novos membros precisam apenas apresentar os seus dados e pagar a taxa mensal de R$ 100. Os sócios se reúnem às quartas-feiras e também participam de vários encontros pelo país.

 

 

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
24 de julho de 2017
22 de julho de 2017
21 de julho de 2017