Serviço

Entenda melhor as novas regras

Com novas mudanças no CTB, uso de celular no trânsito se tornou infração gravíssima, custando R$ 300 e sete pontos na carteira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/11/2016 19:04 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco

ARTE: SAMUCA
 

 

O que era pra ser usado como mera distração e facilitar a comunicação se tornou vício para muitos e até um perigo eminente para a população. De acordo com o Detran/PE, de janeiro a junho deste ano mais de doze mil pessoas foram atuadas por manusear o celular enquanto dirigiam. Essa realidade é presente também em outros Estados e fez com que o Denatran atualizasse o valor dessa multa e mudasse a categoria dela. Agora o motorista que for flagrado segurando, manuseando ou apenas com o celular em cima das pernas, vai ter que dispor de uma quantia de R$ 300 e levar sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Antes, eram cobrados meros R$ 85, sendo uma infração média.

 

 

Karina Morais / DP

 

O aumento chega na mesma época em que a Universidade de Utah, nos Estados Unidos, desenvolveu uma pesquisa que revela que a combinação celular e trânsito pode aumentar em até 400% as chances de acidentes. O estudo também revelou que o risco de colisão é quatro vezes maior do que quando o motorista contém 0,06% de álcool na corrente sanguínea.

 

Julio Jacobina / DP
 

 

Além de ser perigoso, a prática atrapalha o fluxo, já que a desatenção das pessoas prejudica o tempo de aceleração e frenagem. Exemplo disso é o que passou o estudante Aloísio Soares, 28 anos. Por desatenção de uma outra motorista, que freou bruscamente no meio do tráfego, ele acabou batendo na traseira do carro dela, detonando o para-choque do seu carro. “Tive prejuízo e dor de cabeça nesse episódio. Acho mais do que necessária essa nova atualização da infração”, completa.

 

Para a presidente do Conselho Estadual de Trânsito, Semiramis Queiroz, a expectativa é que com as mudanças os números de infrações e acidentes no trânsito diminuam. “É uma forma punitiva, mas achamos que será eficaz. Já que a maioria das pessoas só começam a modificar certos hábitos quando dói no bolso”, afirma. A presidente lembra que com a atualização, a multa é a mesma se o motorista for visto manuseando o celular com o veículo parado no semáforo. “Agora, a única forma permitida por lei para a utilização do celular dentro do veículo é se ele for usado como navegador, estando preso no suporte e com o caminho programado pelo motorista antes dele começar a dirigir”, completa. Ou seja, utilizar o celular dentro do veículo só se for estacionando em lugar permitido. Uma ressalva da novidade é que os os veículos que vem de fábrica com viva voz ou conexão bluetooth com comandos no volante podem fazer ligações sem demais preocupações.

 

Thainá Nogueira / DP
 

 

Não é só com celular
Vale lembrar que dirigir com uma mão só continua sendo multa. Comer, fumar ou se maquiar dentro do carro é, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, infração média, com quatro pontos na carteira, sendo cobrado o valor de R$ 85. Não é permitido que o motorista tire as mãos do volante, com a exceção de passar a marcha. Então até o simples ato de beber uma água ou procurar algo no porta luvas pode gerar prejuízos financeiros e materiais posteriormente.

Mas para onde vai o dinheiro?
De acordo com o Denatran, desde o ano 2000 os valores das infrações não sofriam mudanças tão radicais no Código de Trânsito Brasileiro. O Brasil arrecada bilhões por ano com as multas. Segundo o CTB o dinheiro que é arrecado deve ser usado exclusivamente para a sinalização das vias, engenharia de tráfego, policiamento, fiscalização, educação no trânsito e 5% destinado ao Fundo Nacional de Segurança e Educação no Trânsito (Funset). Uma outra novidade é que agora o aumento das punições pode ser anual, o reajuste vai ser de acordo com a inflação do ano anterior.

 

NOVAS REGRAS

 

Pode

- Efetuar e receber chamadas, desde que o veículo tenha viva voz ou bluetooth integrado com comandos no volante
 - Utilizar o smartphone como gps, desde que programe o caminho antes de dirigir e o dispositivo esteja no suporte
- Livre da multa só se estacionar o carro em local permitido para poder utilizar o celular

Não pode

- Utilizar fone de ouvido enquanto o veículo estiver em movimento
- Fumar, beber água e se maquiar enquanto dirige
- Parar no sinal vermelhor e utilizar o celular

 

 

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de março de 2017