4x4

Nova Amarok chega no Brasil com facelift

Além de modificações no visual, a picape recebeu novos equipamentos, exceto o novo V6; chegada às concessionárias deve acontecer ainda em novembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/11/2016 15:32

A Volkswagen prometeu 12 novidades no Salão do Automóvel de São Paulo deste ano, uma delas é a nova Amarok 2017. Não são encontradas mudanças drásticas, mas é possível identificar algumas alterações no design, com novos equipamentos. Por enquanto, o novo motor V6 3.0 turbodiesel não será vendido aqui no Brasil.

Lá na Europa o motor, que já se tornou padrão, é ofertado com potências que partem dos 163 cavalos de potência substituindo o 2.0 turbodeisel. A Amarok virá para o solo brasileiro através da Argentina que tem o lançamento do propulsor V6 confirmado para 2017, com 224 cavalos de potência e 56,1 mkgf e câmbio automático de oito marchas. Por enquanto o motor 2.0 vai continuar disponível em versões de 140 cv e 180 cv.

 

Volkswagen prometeu 12 novidades no Salão do Automóvel de São Paulo deste ano, uma delas é a nova Amarok 2017 - Volkswagen / Divulgação Volkswagen prometeu 12 novidades no Salão do Automóvel de São Paulo deste ano, uma delas é a nova Amarok 2017
 

 

O novo facelift conta com novos faróis que podem ser de LEDs diurnos ou full LED dependendo da versão, grade com aletas verticais visíveis e para-choque com tomadas de ar maiores, além dos novos faróis de neblina. As rodas chegam em várias opções com 16, 17, 18, 19 e 20 polegas.

A versão Extreme, topo de linha, é a responsável pelas rodas de 20 polegadas. Nesta versão é possível econtrar quadro de instrumentos com tela colorida 3D de 3,5”, capas dos pedais de aço inoxidável, bancos de couro, tapetes em carpete e santantônio na cor da carroceria e um alçapão plástico que fecha a caçamba.

A nova Amarok começa pela versão básica S, com cabine simples ou dupla com motor 2.0 turbodiesel responsável por 140 cavalos de potência e 34,7 mkgf de torque, com o câmbio manual de seis marchas.

 

Highline possui bancos de ajustes elétricos com ajustes em 12 direções - Volkswagen / Divulgação Highline possui bancos de ajustes elétricos com ajustes em 12 direções
 

 

Acima desta estão as versões SE, Trendline, Highline e Highline Extreme, todas com opção de carroceria de cabine dupla. O motor é o mesmo para todas, o 2.0 diesel biturbo de 180 cavalos e 40,8 mkgf de torque com o câmbio manual na versão SE e 42,9 mkgf com automática de oito velocidades nas demais opções.

A Highline possui indiciador de pressão nos pneus, airbags laterais de tóxas e cabeça para motorista e passageiro, faróis bixenônio com luz de condução diurna em LED e bancos de ajustes elétricos com ajustes em 12 direções.

 

Na Extreme é possível econtrar quadro de instrumentos com tela colorida 3D de 3,5%u201D - Volkswagen / Divulgação Na Extreme é possível econtrar quadro de instrumentos com tela colorida 3D de 3,5%u201D
 

 

Desde a SE todas tiveram uma melhora no sistema de som. Esta conta com Bluetooth, entradas USB e para cartões de memória e leitor de CD e MP3, a Trendline recebeu a Composition Media, com tela colorida de 6,33” sensível ao toque como opcional. As versões Highline e Extreme possuem disponível a Discover Media, com Android Auto e Apple Carplay.

Toda a linha Amarok conta com sistema de frenagem pós-colisão, que aciona automaticamente os freios do veículo quando ocorre uma batida, para reduzir os danos. Os preços ainda não foram divulgados mas espera-se um aumento para as novas versões. Hoje o modelo parte dos R$ 116.990 e chega aos R$ 162.990.

Tags: greve

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de maio de 2017
25 de maio de 2017