Carros híbridos

Ford Fusion mais econômico e ainda de luxo

Montadora aposta na Versão híbrida do sedã para concorrer no segmento premium

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/10/2016 14:10 Luciana Elldorf /Diarios Associados
Versão híbrida é um diferencial do Fusion que concorre na categoria sedã premium - Ford/Divulgação Versão híbrida é um diferencial do Fusion que concorre na categoria sedã premium
Rio de Janeiro (RJ) - A versão sustentável do sedã premium da Ford ganha reforço no visual e novas tecnologias. O Fusion Hybrid 2017 chega ao Brasil com motores elétrico e a gasolina, que funcionam simultaneamente, conforme a velocidade. Na pegada das soluções inteligentes para o condutor, o carro oferece conectividade de última geração. As alterações visuais são mínimas, praticamente retoques na carroceria.

O propulsor a combustão é um 2.0 Atkinson a gasolina com a potência de 143 cavalos. A transmissão continuamente variável e-CVT faz o gerenciamento dos dois motores, que têm potência combinada de 190 cv. O consumo do modelo é de praticamente de carro popular: 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada, segundo dados da montadora. O carro era o mais econômico do país até a chegada do Toyota Prius híbrido (18,9 km/l).

Nada de tomadas para a bateria de íons de lítio, que tem oito anos de garantia e alimenta o motor elétrico. O equipamento é autorrecarregável, sem necessidade de rede externa de energia. Outro ponto importante é o sistema de freios regenerativos, que aproveita a energia das frenagens para recarregar a bateria. Nas frenagens bruscas funciona como os freios convencionais, sem regeneração.

A Ford deixa seu claro que a proposta do Fusion não é brigar apenas com outros modelos híbridos, mas sim com concorrentes premium, como tanto que só comercializa a versão topo de linha Titanium. Sua proposta ecológica e de economia de combustível é mais um diferencial na briga.

Entre as principais novidades estão piloto automático adaptativo, alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem, assistente autônomo de detecção de pedestres e estacionamento automático para vagas paralelas e perpendiculares. O Fusion é o único com alerta de ponto cego e permanência de faixa, sensor de fadiga, monitoramento 360 graus e cintos traseiros infláveis. Acrescente ao visual as rodas de 18 polegadas.

Na lista de equipamentos, alerta de tráfego cruzado, farol alto automático, sensor de chuva, ar-condicionado de dupla zona, chave com sensor de presença, partida remota, teto solar e seletor de câmbio. Na tela do sistema Sync 3 (central multimídia da Ford com 4,2 polegadas) é possível checar consumo, carga da bateria e autonomia do carro. O GPS, após alguns dias de uso, memoriza trajetos com o sistema inteligente EV+, que prioriza o motor elétrico para economizar combustível. Um luxo.

Disponível a partir de novembro nas lojas, o Fusion Hybrid 2017 tem preço inicial de R$ 159.500, cerca de R$ 10 mil a mais do que a geração anterior (que custava R$ 149.990).


Ficha técnica:
  • Combustível híbrido (gasolina/elétrico)
  • Motor a combustão: 2.0 HEV iVCT Atkinson
  • Cilindrada: 2.0 L
  • Potência: 143 cv a 6.000 rpm
  • Torque: 175 Nm a 4.000 rpm
  • Rotação máxima: 6.000 rpm
  • Potência combinada: 190 cv
  • Consumo: Cidade: 16,8 km/l
  • Estrada: 15,1 km/l
  • Bateria: Íons de lítio 1,4 kWh
  • Transmissão Automática CVT
  • Direção com assistência elétrica
  • Rodas: Liga leve 18”

Tags: de

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
24 de julho de 2017
22 de julho de 2017
21 de julho de 2017