Mudanças

Seguro mais caro para motoristas do Uber

De acordo com a Fenacor, todo motorista de veículo cadastrado no aplicativo deve alterar a apólice do seguro para garantir a proteção em acidentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/09/2016 10:12 / atualizado em 12/09/2016 14:28 Débora Eloy

Os mais de 10 mil motoristas do Uber e outros aplicativos de transporte de passageiros no Brasil devem ficar atentos. Agora, carros utilizados para essa finalidade podem estar na mesma categoria de um taxi. A informação é da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), que diz que estes profissionais devem estar preparados para pagar mais pelo seguro do veículo. A alteração da apólice do prêmio do carro é importante para que o motorista não tenha nenhuma suspresa desagradável em caso de acidentes.

 

Viviane e Manassés alteraram o seguro para se sentirem mais protegidos em caso de acidentes
 - Nando Chiappetta / DP Viviane e Manassés alteraram o seguro para se sentirem mais protegidos em caso de acidentes
 


Os aplicativos de transporte de passageiro estão mais uma vez no centro de debates entre motoristas, clientes e profissionais do mercado de seguro. Por ser um carro particular, que também pode ser utilizado para transporte, não pode ser classificado como carro de passeio, portanto os riscos são considerados muito mais altos. Ao se cadastrar no aplicativo Uber, a micro-empreendedora, Viviane Lopes precisou adquirir o seguro APP (Acidentes Pessoais a Pessoa), que é obrigatório, mas não ficou só com este. “Fiz o APP por uma empresa e depois atualizei o seguro do meu carro para enquadrá-lo na categoria correta e dar mais segurança”, explica.

 

Como é um veículo que circula todo dia, em um ritmo intenso e com uma
demanda de serviço cada vez maior, existe a preocupação com a segurança de motoristas e passageiros. “Quanto maior a exposição ao risco, maior é o valor do prêmio, e isso serve de alerta para os proprietários de veículos que fazem o uso para transporte remunerado e pessoas”, alerta Carlos Valle, diretor da Fenacor.. Por isso é indispensável a contratação de um seguro que contemple um valor adequado de cobertura para eventuais danos materias em caso de colisões, incêndios e danos a outros veículos, por exemplo.


Quando um novo motorista é cadastrado em algum aplicativo de transporte de passageiros, em geral, tem um seguro de carro comum. Mas ao começar a utilizar o veículo para uso profissional, o valor a pagar fica mais caro. “Como transporte de pessoa acabei pagando um pouco mais. Mas em compensação o carro está mais protegido caso aconteça algum acidente”, comenta Viviane.

 

Motoristas que utilizam aplicativo devem modificar a apólice para assegurar o veículo de possíveis danos materiais - Paulo Paiva / DP Motoristas que utilizam aplicativo devem modificar a apólice para assegurar o veículo de possíveis danos materiais
 

 

Os valores dos seguros para veículos de transporte remunerado pode
chegar a 50% a mais do valor do seguro comum. Mas a relação custo
benefício pode sair mais barata. O diretor Carlos Valle explica em um
comparativo como assegurar um automóvel na apólice correta pode ser
mais vantajoso. “O valor de um seguro normal pode custar cerca de R$ 3
mil, com previsão de rodar 1,5 mil km/mês, sendo assim o custo por km
fica R$ 0,16/km. Já o seguro do Uber, no mesmo veículo pode chegar a
custar R$ 4,5 mil com previsão de rodar 6 mil km/h. Dessa forma o
custo por quilometragem fica R$0,08/km”, explica. Portanto levando em
consideração o número de quilômetros rodados de um carro comum e de um cadastrado no aplicativo, os custos ficam mais baratos no segundo. Além de ter os danos materias assegurados independente da quilometragem.

Seguro APP

O seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros é obrigatório para quem
quer ser motorista do Uber. A parceira do aplicativo, Marcela Barros,
explica como era o processo. “Existem dois tipos de seguro, um no
valor de R$ 50 e que cobre somente em caso de morte, outro que custa
R$ 80 e que também cobre acidentes e despesas em hospitais, o valor
máximo de idenização é de R$ 50 mil”, explica. Porém, Marcela Weber,
assessora do aplicativo, informa que a obtenção do seguro obrigatório
sofreu algumas alterações. “A partir de julho deste ano o valor da
indenização em caso de morte ou invalidez permanente passa para R$ 100
mil e R$ 5 mil para despesas médicas”, esclarece.

Mais segurança

O marido de Viviane, Manassés Lopes, também é motorista do Uber e foi
ele o responsável por alterar a apólice do seguro do carro. “Modifique
o seguro há dois meses, quando troquei de carro. Preferi gastar um
pouco mais e me sentir mais seguro, do que arriscar um desembolso
maior e inesperado em caso de acidente”, explica. Alterar o tipo de
seguro garante ao motorista a cobertura do dano causado ao veículo
independente da quilometragem rodada. “Conversei com alguns donos de
carros da Uber que afirmaram fazer o seguro, mas colocam como uso
particular. Então alertei que não teria cobertura em caso de sinistro,
já que bastaria ver a quilometragem na hora da contratação e no dia do
sinistro para saber a finalidade”, explica Carlos Valle.

Serviço

Porto Seguro
Fone: 4004 – 76786

Sulamerica
Fone: 3003 – 0837

Mafre
Fone: 0800 775 4545

 

 

Tags: frança

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de março de 2017