Caso Takata

Dois milhões de carros foram atingidos pelo megarecall de airbags do mundo

Onze montadoras foram afetadas, mas o índice de atendimento continua baixo. O problema pode levar a lesões graves e até fatais.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/06/2016 18:16

O recall dos airbags da Takata, considerado o maior da história, já atinge mais de dois milhões de carros no Brasil. O objetivo é substituir os itens que possam estar afetados. Até agora 2.103.821 veículos foram chamados no Brasil para resolver o problema dos equipamentos de segurança de forma gratuita. O que revela que esse número de carros foram equipados um tipo específico de airbags da Takata, empresa japonesa, e que pode passar por mudanças na estrutura com o tempo devido a alterações químicas.

 

Mais de dois milhões de veículos foram chamados por problemas no airbag - Hyndai / Divulgação Mais de dois milhões de veículos foram chamados por problemas no airbag
 

 

Se isso ocorrer, a base da bolsa, que é feita de materiais metálicos pode se partir, jogando fragmentos nos ocupantes do veículo. As lesões ocorridas podem ser graves, ou até mesmo fatais.

Do total dos convocados, mais da metade é de produção da Honda, que já chamou 1.356.670 automóveis, 65% do total. A Toyota é responsável pelo recall de 28,3%, ou 595.688 carros e a Nissan 102.713 (4,9%).

O número impressiona, mas o índice dos que efetivamente trocaram o equipamento ainda é baixo. Nos Estados Unidos 63 milhões de veículos foram chamados, mas até agora somente 8,4 milhões (13% do total) passaram pelo reparo. No Brasil não é muito diferente, até o momento 221.130 carros passaram pelo concerto, pouco mais de 10% do total.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
25 de julho de 2017
24 de julho de 2017