Tecnologia

O futuro das estradas pode ser caminhão sem caminhoneiro

Mercedes Benz comemora 60 anos no Brasil e aposta no caminhão Future Truck

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/04/2016 16:11

São Bernardo do Campo (SP) - A Mercedes-Benz completa seis décadas no mercado automotivo brasileiro e celebra a data com uma novidade, o Future Truck 2025, o Caminhão do Futuro. A grande estrela da festa combina design sofisticado e futurista com interconectividade, promessa de economia de combustível e redução de emissão de CO2.A expectativa é que o veículo, ainda em testes na Alemanha, seja comercializado no Brasil até 2020. "Nós da Mercedes-Benz estamos empenhados em tornar a condução autônoma pronta para a produção em massa até o final da década", presidente mundial da Mercedes-Benz Caminhões, Stefan Buchner. 

 

Teresa Maia / DP
 

 

Para isso, a montadora conectou os sistemas de assistência já existentes com sensores aprimorados do inovador Highway Pilot. Assim, a condução autônoma já é possível em velocidades realistas e em situações de trânsito em rodovias expressas.  A festa de comemoração aconteceu na fábrica da montadora em São Bernardo do Campo, onde são feitos caminhões e ônibus. A marca atinge a terceira idade ocupando a liderança do setor de pesados no Brasil com mais de 430 mil caminhões e ônibus vendidos para 60 países de vários continentes. A data oficial dos 60 anos da Mercedes no Brasil é 28 de setembro.  

A montadora tem uma participação marcante no desenvolvimento do país, como nas construções da ponte Rio-Niterói, Usina Itaipu e aeroportos de São Paulo e Rio de Janeiro. “Estamos aqui para olharmos para frente e o caminhão do futuro, nossa grande estrela, mostra muito bem nosso compromisso com a evolução”, destacou Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil.  

Apesar do cenário econômico brasileiro, de 2010 a 2015 a montadora investiu R$ 2,5 bi para modernização das fábricas e no aumento da competitividade.  Segundo Philipp Schiemer, a Mercedes está preparada para enfrentar o momento de crise e garante que a montadora planeja injetar mais R$ 730 mi até 2018. “Sempre acreditamos no Brasil e continuamos apostando, mesmo diante do quadro de instabilidade política e econômica que atinge a sociedade brasileira há mais de dois anos”, afirmou o CEO. 

 A fábrica de São Bernardo do Campo é a maior fora da Alemanha para veículos comerciais, além de ser o maior centro de desenvolvimento tecnológico da America Latina. “Nós temos veículos de 1 a 500 toneladas para todas as necessidades, além de um portfólio variado de veículos que transporta uma pessoa ou para mais de 200 passageiros, como o ônibus superarticulado”, destaca Philipp Schiemer. 

 

 

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de maio de 2017
25 de maio de 2017