Dicas

Saiba como economizar combustível do automóvel

Medidas simples, como calibrar pneus, fazer balanceamentos regulares e a troca de marchas na velocidade correta otimizam o consumo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/03/2016 14:12

Com a gasolina a peso de ouro, qualquer medida para economizar é válida. Atitudes simples podem ajudar, como calibrar sempre os pneus, fazer as trocas de marchas na velocidade correta e não andar com o carro muito pesado. E acredite: até mesmo o clima influencia no consumo.


Rodar com o tanque sempre na reserva é outro erro. É o que garante o professor de engenharia automotiva da Universidade de Brasília (UnB) Alessandro Borges, 45 anos. “Se o carro fica sempre na reserva, a bomba aquece com mais facilidade. Quanto mais cheio o tanque (não a ponto de afogar), melhor é a alimentação que a bomba fornece para o motor, o que pode acarretar em uma resposta mais precisa. Quando aquece, a bomba perde pressão e o desempenho do carro é afetado. Mas tem que ser muito sensível para sentir essa diferença. É bem sutil”, garante.


O auxiliar administrativo Auro Rocha, 51, não costuma deixar a gasolina ficar na reserva. “Quando eu era criança, sempre escutava meu pai dizendo que se o tanque ficasse muito vazio, a gasolina restante evaporaria mais rápido. Então, acabei pegando o hábito e sempre vou completando”, diz. Além de seguir os ensinamentos do pai, Auro confessa que o costume o deixa mais tranquilo. “Me sinto mais seguro. Sem falar que, no fim do mês, quando a gente está meio apertado, ou quando o preço aumenta (na bomba), sempre tenho combustível”, acrescenta.


O professor Alessandro Borges atesta: andar com o tanque cheio pode até gerar alguma economia de combustível, mas a diferença é pouca. “Nos carros de hoje, o sistema de abastecimento é selado, impossibilitando a saída do vapor de combustível. O que pode acontecer é: se você abastecer até o gargalo, provavelmente parte deste líquido em excesso acabará indo parar na matriz de carbono, impedindo que o vapor que foi retomado pelo sistema de recuperação de vapor se aloje lá e seja dispensado para a atmosfera”, explica.


De acordo com o especialista, as alterações do clima também influenciam no desempenho do motor. “Do mesmo jeito que a gente se sente melhor em dias mais úmidos, o motor também trabalha melhor quando as condições são favoráveis. Em dias com mais umidade, o vapor de água é maior e o automóvel apresenta um desempenho maior. Em dias secos, as rotações ficam mais fracas e o motorista tem que apertar mais o pé para poder compensar isso”, relata.


Dirigir devagar também é uma recomendação básica. Quanto maior a velocidade, maior a resistência e, consequentemente, o consumo. Em velocidade de 140 km/h, por exemplo, o consumo é 25% maior do que com o carro a 110 km/h, segundo a Energy Saving Trust, organização de promoção ao uso de energia sustentável do Reino Unido.

 

 

Tags: minas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2017