Análise

Como fica o mercado das picapes?

Toro e Oroch estrearam o novo segmento mid size, de picapes médias. Mas tem muita opção por aí...

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/02/2016 13:08 / atualizado em 19/02/2016 11:47 Taciana Góes /Diario de Pernambuco

A pergunta desta matéria provoca o consumidor. Afinal, qual picape ele deverá emplacar e levar para casa? Num mercado onde a própria Fiat impera, com a Fiat Strada dominando o segmento dos comerciais leves (só em janeiro foram 3.990 unidades/vendidas), a Toro respira fundo para surpreender. Afinal, o tiro certeiro é na Renault Oroch, sua principal concorrente. A Oroch se apressou tanto no lançamento, em outubro passado, quanto numa ofensiva direta no dia do lançamento da concorrente da Fiat. Com uma ação publicitária, a Renault anunciou: “Não adianta bufar: A Oroch chegou na frente”. O diretor de comunicação da montadora francesa, no Brasil, Caíque Ferreira, pontuou que trata-se apenas de umas “boas-vindas”. Brincadeira à parte, o fato é que a Toro cutuca com força o ranking e, de acordo com a Fiat, a expectativa é vender 50 mil unidades no primeiro ano. “Algum impacto nas vendas da Oroch sempre tem, mas não dá para avaliar. A faixa de preços deles é superior”, justifica Caíque.

Um degrau a mais
Quem prepara-se para a briga é a Chevrolet S10, Ford Ranger e Nissan Frontier, que seja pela carroceria, capacidade ou perfil, está um degrau acima da Toro e Oroch. Claro que versões topos de linha destas últimas encostam na faixa de preço e interesse das picapes maiores. A Chevrolet S10, por exemplo, tem dirigibilidade com perfil mais de caminhoneta, distante da estrutura monobloco da Toro. A nova S10 será lançada no próximo mês e talvez este fato justifique a disparada da Hilux, que foi renovada no final do ano passado. A reforma no visual deixará a picape da Toyota mais parecida com o Cobalt e deve dar fôlego extra para retomar a liderança. O diretor de comunicação da Ford no Brasil, Célio Galvão, preferiu não se pronunciar sobre a Toro, mas prepara o lançamento da nova Ranger para a primeira semana de abril. “Temos uma picape de verdade, que carrega muito peso, com avanço no design, tecnologia e forte apelo na segurança”, dispara Célio. A verdade é que não dá para substimar o poder das picapes médias…

 


Renautl Oroch - Renault/ divulgação Renautl Oroch
Oroch
Assim como a Toro, a picape da Renault nasceu a partir da plataforma do SUV Duster. Com versões Expression 1.6 flex de câmbio de cinco marchas manual (110/115 cv de potência e 15,1/15,9 kgfm de torque) e Dynamique 1.6 e 2.0, de 143/148 cv e 20,2/20,9 kgfm (gasolina/etanol), respectivamente, com transmissão de seis velocidades. Os preços partem de R$ 64 mil a R$ 72,5 mil. Para este ano são aguardados uma caixa automática e sistema de tração 4x4.
A partir de R$ 64 mil

 


Mitsubishi L200 - Mitusbishi/ divulgação Mitsubishi L200
L200
A picape da Mitsubishi 2017 chegou agora em janeiro às lojas e o modelo mais competitivo em relação à Toro é a versão Triton Outdoor Flex, com motor 2.4 litros 16 V com 142 cavalos e tração 4x2. O câmbio é manual e engate traseiro, protetor de caçamba e de cárter são de série. A caçamba tem 1,32 m por 1,47 m de largura.   
A partir de R$ 89.990


Fiat Toro é a mais nova picape lançada - Fiat/ divulgação Fiat Toro é a mais nova picape lançada
Toro
Acertada no desing, a recém-lançada picape da Fiat carrega o mesmo conjunto mecânico do Renegade, um Jeep, marca que também pertence ao grupo FCA Chrysler. O motor e.TorQ de 1.8 litro (presente no Renegade e em outros modelos da Fiat), recalibrado para gerar 135/139 cv e 18,8 e 19,3 kgfm (gasolina/etanol). Destacamos na capa a versão turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm, disponível com câmbio manual de seis velocidades.
A partir de R$ 76,5 mil

 

 

Chevrolet S10 - Chevrolet/ divulgação Chevrolet S10
S10
No final do ano passado, a Chevrolet deu sobrevida à S10 com a versão High Contry, mais equipada, com direito a rodas de 18 polegadas. Suas dimensões são maiores do que as Toro e Oroch, pois esbanja longos 5,34 metros de comprimento e 3,09 m de entre-eixos. Os motores podem ser flex (2.4 de 147 e 2.5 de 206 cv) e 2.8 turbodiesel de 200 cv.
A partir de R$ 72 mil

Ford Ranger  - Ford/ divulgação Ford Ranger
Ranger
A Ford planeja a apresentação da nova Ranger na Argentina, terra das boas picapes, em abril. A picape da montadora norte-americana deverá vir com aumento. No último Salão de Frankfurt, a Ranger apareceu com um motor já disponível na linha, um 3.2 diesel de cinco cilindros e 200 cavalos. Também são vendidas as versões com motor 2.5 flex de 173 cv e o 2.2 diesel de 150 cv. Existe a possibilidade de nascer uma versão Raptor da Ranger, com motor V6 turbo a gasolina, através da divisão esportiva da montadora, mas a Ford não confirma.
A partir de R$ 91.900

Nissan Frontier  - Nissan/ divulgação Nissan Frontier
Frontier
A picape da Nissan começa em outro patamar de preço, mesmo na tração 4x2. Sua nova geração estreia no Brasil somente no segundo semestre e a partir de 2018 a produção passará a ser feita na planta da Argentina.
A partir de R$ 98 mil

Ranking dos comerciais leves:
Janeiro/2016
1º Fiat Strada – 3.990    
2º Saveiro 3.263    
3º Hilux 2.838
4º S10 1.265
5º Amarok 1.093
6º Oroch 862
7º Montana 760
8º Ranger 702
fonte: Fenabrave

Tags: paris

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
23 de maio de 2017
22 de maio de 2017