Utilidade

Sensor de estacionamento tem baixa de preço

Baixa de preço dos sensores de estacionamento chama atenção; acessório é considerado indispensável para os donos de veículos grandes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/02/2016 11:55 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco

 

O equipamento, que mede a distância entre a traseira do carro e um objeto qualquer, chega a ter preço atual de R$50,00 - Cecilia de Sa Pereira/ Esp. DP/ D.A Press O equipamento, que mede a distância entre a traseira do carro e um objeto qualquer, chega a ter preço atual de R$50,00
 

 

Além de prevenir acidentes, o sensor de estacionamento, ou auxiliar de ré, é um item considerado por muitos salvador da pátria para estacionar e manobrar. No mercado desde 2008, o que chama a atenção é o atual valor do acessório: é encontrado nas lojas a partir de R$50,00. Preço totalmente acessível para quem busca essa segurança a mais.

O funcionamento do sensor de estacionamento é simples: quando acionada a ré e o veículo se aproxima de um obstáculo, o sensor mede a distância pela emissão e captação do retorno de sinais de rádio, parecido com um sonar, sinalizando a aproximação com sinais sonoros para o motorista – normalmente, um "bip". Ele pode ser de acordo com a cor do veículo e ter câmera. Atualmente, em uma versão mais básica, o sensor tem um valor em médio de R$80,00. Há alguns anos esse valor seria inimaginável, o aparelhinho chegou a custar R$350,00.

 

O industriário, Geraldo Correia, dono de uma Nissan Frontier, sofre dificuldades para estacionar a sua picape na garagem do prédio onde vive. Para ele, o sensor de ré é útil e a baixa do preço é bem-vinda. “É um item que praticamente todos os carros precisam, as garagens estão cada vez mais apertadas e os carros continuam do mesmo tamanho, senão maiores”, afirma.

 

Geraldo Correia (foto) é dono de uma Frontier e a estaciona em um espaço extremamente pequeno, o sensor é o seu salvador  - Roberto Ramos/DP/D.A Press Geraldo Correia (foto) é dono de uma Frontier e a estaciona em um espaço extremamente pequeno, o sensor é o seu salvador
 

 

O acessório já passou por diversas modificações. Quando começou a ser comercializado, apresentava problemas quando instalados em para-choques metálicos, que interferem no funcionamento do sensor. Mas hoje os sensores são miniaturizados e à prova d'água, resolvendo esse problema.

As lojas de acessórios afirmam que a baixa do preço é devido a alta procura. O item chega a ser de série em modelos mais novos. Mas é preciso ter atenção e cuidado ao realizar a compra, pois é necessário uma boa mão de obra para realizar a instalação do produto. Compra-lo no avulso mas ter um mal funcionamento depois que instalado, leva ao famoso “barato que sai caro”.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
27 de julho de 2017