Salão de Detroit

Superpicapes são destaques do Salão Detroit

Veja as trucks que prometem acelerar o coração dos norte-americanos que visitarem o Salão de Detroit e que, em breve, ganharão as ruas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/01/2016 13:54 / atualizado em 18/01/2016 16:24

Em pouco menos de um ano do lançamento da Titan XD, a Nissan apresenta o conceito Titan Warrior em Detroit, com mudanças das próximas gerações do modelo de produção, que inclui a adoção de para-lamas alargados. A montadora mostrou as possibilidades de estilo para a picape em uma pegada mais aventureira, além de destacar o novo motor Cummins V8 5.0 turbodiesel. Suspensão elevada em 7,6 cm, pneus off-road, rodas aro 18 polegadas de alumínio forjado, interior em fibra de carbono e couro, instrumentação auxiliar, também fazem parte da Titan. O modelo recebeu faróis e lanternas de LED e sistema de escapamento com saídas quádruplas.

 

Honda Ridgeline - Jorge Moraes / Divulgação Honda Ridgeline
 

 

Cabine
Já a Ford levou a F-150 Raptor SuperCrew com cabine dupla, conhecida até então apenas na versão estendida. Com a mesma pegada agressiva da geração anterior, a picape não abriu mão de detalhes como grades e para-choques robustos, além de maior altura em relação ao solo. Há detalhes de alumínio e metal escovado e rodas 17 polegadas de liga leve. Para ajudar na estabilidade em alta velocidade, a versão também é 15 cm mais larga do que o modelo anterior. Com um total de 3,67 metros, a SuperCrew ganhou 13 cm de entre-eixos. Sob o capô, o motor turbo V6 3.5 EcoBoost de 416 cavalos e 60,0 kgfm de torque. O câmbio é automático de dez velocidades e a tração, integral.

 

Nissan Titan Warrior Concept - Jorge Moraes / Divulgação Nissan Titan Warrior Concept
 

 

Mais carga
A Honda apresenta a segunda geração da picape Ridgeline, voltada para o mercado norte-americano. Conhecido por sua caçamba de função dupla que traz uma espécie de porta-malas secreto, o veículo terá sistema de áudio embutido na caçamba. A Ridgeline ficou 13 cm maior e 10 cm mais larga. A capacidade de carga foi ampliada para 725 kg e a caçamba recebeu melhorias como bloqueador remoto da tampa, piso plano e sistema de escoamento de água. A suspensão foi reforçada para, segundo a marca, se tornar referência em conforto de rodagem. O motor 3.5 V6 VTEC de 280 cv e 36,2 kgfm é associado a uma transmissão automática de seis marchas.

 

Ford F-150 - Jorge Moraes / Divulgação Ford F-150

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
23 de março de 2017
21 de março de 2017