Comportamento

Compartilhe seu carro

Prática da carona desafoga o trânsito urbano, reduz as emissões de poluentes e ainda otimiza o tempo com uma boa conversa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/12/2015 13:00 / atualizado em 22/12/2015 14:17 Marília Parente /Diario de Pernambuco


O estado de Pernambuco tem 2,71 milhões de veículos, divididos entre 2,04 milhões de condutores habilitados. No Recife, temos um carro para cada dois habitantes, o dobro da média nacional. O resultado da alta individualização do carro são enormes fileiras de automóveis vazios congestionando a cidade mais engarrafada do Brasil, segundo pesquisa divulgada pela empresa TomTom, fabricante de GPS’s. Consumir com consciência é uma necessidade. Por isso, a carona é um dos antídotos mais eficazes para reduzir o trânsito e torná-lo mais divertido.

 

Gabor Sipkoi (esquerda) vai ao trabalho de carona com Viviane Lima, esposa do colega Daniel Cardoso  -  Julio Jacobina/DP/D.A Press Gabor Sipkoi (esquerda) vai ao trabalho de carona com Viviane Lima, esposa do colega Daniel Cardoso


A estudante Helena Teles brinca que, desde que começou a levar a colega Amanda Araújo para a faculdade, o caminho se tornou uma sessão de terapia. "Somos estudantes de medicina, então temos horários muito puxados. O tempo do trânsito acaba virando um momento para colocar os assuntos em dia, dividir nossas lamentações, alegrias e estreitar os laços", diz. Amanda comenta que o período de deslocamento diminuiu de 30 minutos (quando ia de ônibus) para 10 minutos. "Algumas pessoas vinham para o mesmo destino que eu, me encontravam e não ofereciam carona. É egoísmo", coloca. A motorista não pede colaboração para o combustível. "Se temos trajetos parecidos, não é necessário. Gentileza gera gentileza", sorri.

De acordo com os cálculos da ONG World Wide Found for Nature (WWF) feitos com exclusividade para o Vrum, se 10% dos motoristas do Recife deixassem seus carros na garagem para pegar carona com um amigo, o trânsito ocuparia 8% menos espaço viário, consumiria 8% menos energia da cidade e emitiria 7% menos poluentes locais, além de 7% menos CO2 (dióxido de carbono), gás responsável pelo efeito estufa. A instituição elucida que "a variação no consumo do espaço viário (m2 de vias) tem uma relação direta com a quantidade de área para calçadas, instalação de áreas verdes e faixas preferenciais para bicicletas ou ônibus". Reduzir o consumo de espaço urbano ocupado pelos carros, portanto, significa economizar gastos com a construção e manutenção de vias.

Incentivo empresarial

Há cerca de três anos, a Fundação para Inovações Tecnológicas (Fitec), empresa do Porto Digital localizada no Recife Antigo, encontrou na carona uma solução para a falta de estacionamento. A companhia lançou o "Fitcarona". "A cada mês, os funcionários recebem alguns vales, que chamamos de 'Fitcarona', para entregar ao colega que o levar ao trabalho. Ao final desse período, cada vale recebido representa o incentivo de quatro reais", explica Henrique Nunes, diretor de operações da empresa. Dos setenta profissionais empregados na Fitec, quarenta utilizam o vale no dia-a-dia. "Antigamente, algumas pessoas tinham vergonha de pedir carona. Agora, elas são oferecidas. Resolvemos o problema da falta de vagas e percebemos uma maior interação dos funcionários no ambiente de trabalho. Desejamos levar a solução para nossas sedes em outras cidades", comemora.

 

Helena Teles oferece carona a Amanda Araújo para a faculdade  - Rodrigo Silva/Esp.DP/D.A Press Helena Teles oferece carona a Amanda Araújo para a faculdade
 

 

 Gabor Sipkoi, funcionário da Fitec, vendeu o carro após a iniciativa da empresa. "Daniel (colega) fez o mesmo. A esposa dele vem nos deixar no trabalho e segue para o dela. Passamos o dia no trabalho, então se viessemos de carro, passaríamos o dia com ele parado. Na minha casa, só tem o carro da minha companheira. Nossos gastos com deslocamento caíram pela metade, conta. Além de mais dinheiro no fim do mês, Gabor ganhou um amigo. "Eu e Daniel ficamos mais próximos. A distância entre o trabalho e nossas casas é de aproximadamente sete quilômetros, por isso a gente decidiu voltar pra casa caminhando. É legal espairecer no final do dia, nos dias que não consigo, sinto falta".

 

Apps da carona

 

Sidecar
O primeiro passo é dizer qual o destino. Feito isto, o Sidecar rastreia possíveis caroneiros e mostra as opções. O usuário escolhe com que fará o trajeto de acordo com o perfil de cada motorista. É possível acompanhar a aproximação da carona em tempo real. No final da viagem, o pagamento fica a critério de quem solicitou o serviço. Norte-americana, a Sidecar não especificou quando se estenderá por outros mercados.

 

Sidecar/Reproducao da Internet

 

BlaBlaCar
Com a alta da gasolina, a ferramenta é uma boa opção para baratear as viagens de verão. A startup francesa, que leva o nome do APP, acaba de chegar ao Brasil, após reunir mais de 20 milhões de usuários no mundo. Através dele, é possível calcular os gastos com combustíveis e pedágios, para dividir entre os ocupantes do carro. O BlaBlaCar não pemite que seus usuários tenham lucro.
 

BlaBlaCar/Reproducao da Internet
 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
16 de janeiro de 2017