Lançamento

Novo Fox Track 1.0: discreta maquiagem

Nova versão do carro traz as tradicionais firulas que tentam conferir um aspecto de off-road, além de uma central multimídia mais moderna, mas cobra-se caro por isso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/12/2015 13:34 Enio Greco /Estado de Minas


A Volkswagen, assim como outras montadoras, continua acreditando piamente na antiga fórmula dos modelos fora de estrada de "mentirinha". Certa de que tem consumidores ávidos por esse tipo de produto, lançou recentemente o Fox Track 1.0, uma versão que traz alguns penduricalhos de plástico, que não passam de uma discreta maquiagem para deixar o visual diferente. Mas, na prática, o modelo não traz alguns elementos importantes para um pretenso off-road, como suspensões elevadas e controles de tração e estabilidade. O ponto positivo fica por conta da central multimídia, que disponibiliza vários recursos. Mas o preço da versão com todos os equipamentos é alto.

 

Na frente, o hatch premium ganhou faróis com máscara negra e grade com elementos paralelos pintados na cor preta, mas ainda traz de série faróis de neblina e retrovisores externos com repetidores de luzes de direção - Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS Na frente, o hatch premium ganhou faróis com máscara negra e grade com elementos paralelos pintados na cor preta, mas ainda traz de série faróis de neblina e retrovisores externos com repetidores de luzes de direção
 


Visual
A maquiagem do Fox Track é muito semelhante à da versão do Gol que leva o mesmo nome. O visual off-road consiste na grade dianteira pintada de preto, faróis com máscara negra, molduras de plástico nas caixas de roda, faixas em duas cores nas laterais, rack de teto e spoiler traseiro. Por dentro, existe a opção do revestimento do teto todo preto, mas o acabamento é basicamente o mesmo da versão Comfortline, ou seja, com muito plástico duro, mas de boa qualidade e bem montado. O volante é multifuncional, com comandos do som, telefonia e computador de bordo.

A versão traz entre os itens de série rodas de liga leve de 15 polegadas, faróis de neblina, retrovisores com repetidores de seta, lanternas traseiras escurecidas, vidros dianteiros elétricos, ar-condicionado, coluna de direção com ajuste de altura e distância, sistema elétrico de abertura do porta-malas e sistema de som Media. Entre os opcionais, vidros traseiros elétricos, regulagem elétrica dos retrovisores externos, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensores de chuva e crepuscular, volante multifuncional revestido de couro com comandos do sistema de som e do I-System e luz de conversão estática nos faróis de neblina (cornering light).

 

Na traseira, spoiler no alto do vidro, lanternas escurecidas e aplique preto atrás da placa - Marlos Ney Vidal/EM/ DA PRESS Na traseira, spoiler no alto do vidro, lanternas escurecidas e aplique preto atrás da placa
 

 

Mecânica
Apesar do visual discretamente aventureiro, o Fox Track não traz nenhuma modificação mecânica. As suspensões não foram elevadas e não há nem como opcionais os controles de tração e estabilidade, oferecidos na versão topo de linha. O motor é o eficiente 1.0 de três cilindros, que gera 75cv quando abastecido com gasolina e 82cv com etanol. Acoplado ao câmbio manual de cinco marchas, proporciona um desempenho bom, principalmente na cidade, com arrancadas rápidas. Na estrada, também desenvolve bem, mas as retomadas de velocidade são mais discretas. No teste de consumo de combustível do Inmetro, o Fox Track registrou 8,6km/l na cidade e 9,3km/l na estrada, com etanol. Abastecido com gasolina, chegou aos 12,2km/l na cidade e 13,4km/l na estrada.


O Fox é um carro com boa estabilidade, direção bem calibrada e muito ágil no trânsito. A versão Track tem preço inicial de R$ 45.390, mas pode chegar aos R$ 54.782, com todos os opcionais. Resta saber se vale a pena pagar cerca de R$ 1.400 pelos adereços oferecidos na versão "aventureira".

 

O interior tem materiais de boa qualidade e nova central multimídia com tela de 6,3%u2019 O interior tem materiais de boa qualidade e nova central multimídia com tela de 6,3%u2019"
 

 

É só falar

 O novo sistema multimídia da Volkswagen, Discover Media, funciona a partir de uma tela tátil de 6.3 polegadas. A principal novidade é a possibilidade de espelhamento do conteúdo do smartphone na tela do painel via cabo USB. Um ponto bem desenvolvido nesse sistema são os comandos por voz. Assim, fica fácil interagir com o navegador e a telefonia sem tirar as mãos do volante, bastando ditar o endereço ou a resposta de uma mensagem SMS. Além de rádio, as mídias disponíveis são entrada auxiliar e USB, cartão SD, CD e Bluetooth. A navegação tem informações sobre radar e trânsito. Porém, o processamento das informações é um pouco lento.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
25 de maio de 2017
24 de maio de 2017
23 de maio de 2017