Vem aí o Fit 1.0 turbo

Motor é genial e acelera muito com 130 cavalos de potência. Primeiros carros deverão sair da fábrica em 2017

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/10/2015 13:04 Jorge Moraes /Diario de Pernambuco
Tochigi (Japão) - O Up! TSi é disparadamente o mais rápido 1.0 do mercado brasileiro. Seu propulsor flex dispara 105 cavalos de potência apesar de alguns dinamômetros pelo país indicarem até 120 cv. A Honda, no evento global batizado de Meeting 2015, apresentou de uma só vez os motores 1.0 e 1.5 turbo. Impressionante. O carro 1.0 vai sair do papel para o fabricante japonês que duela primeiro com a Toyota e depois com o mercado. O Fit e provavelmente o City receberão o conjunto mecânico já provado pela nossa reportagem, no centro de desenvolvimento da montadora, em Tochigi, que fica a cerca de duas horas de distância da capital japonesa.
Propulsor turbinado desenvolve 105 cavalos de potência e irá compor o Fit em breve - Honda/ divulgação Propulsor turbinado desenvolve 105 cavalos de potência e irá compor o Fit em breve
No Brasil, como o tempo dos japoneses é diferente, os primeiros carros deverão sair da fábrica em 2017. A geração de motores Earth Dreams foca na meta absoluta de redução de combustível com a tecnologia a favor do turbo, da injeção direta e do sistema i-VTEC (de controle e variação da abertura de válvulas). Quer saber? Já imaginou 130 cavalos extraídos de um motor 1.0 a gasolina? Impossível nos anos 1990. O um litro da Honda tem a força na casa dos 6 mil giros com ganho de eficiência no %u201Ccoice%u201D de 20,3 quilos de torque.
Civic hatch com motor turbo 1.0 tem força nas retomadas e casa bem com a transmissão de sete velocidades - Honda/ divulgação Civic hatch com motor turbo 1.0 tem força nas retomadas e casa bem com a transmissão de sete velocidades
Vem aí O Civic nacional com 1.5 turbo de 174 cv de potência. Aqui na pista de testes da Honda o mesmo motor estava calibrado para 150 cv. No carro, bom casamento da transmissão de sete velocidades, força de retomadas e relativo silêncio a bordo. Esse conjunto também deverá ingressar a partir de 2017 em uma versão mais caprichada do HR-V. Dado que a Honda ainda não confirma. Também vem por aí a transmissão de 10 velocidades desenvolvida pela própria montadora e nascerá como concorrente direto do sistema ZF. Nesse ponto, o Accord receberá o privilégio nos primeiros carros assim como os veículos da Acura. O que surpreende nesse quesito é o fato do display acusar a 10ª marcha para períodos mais longos na estrada. O motor trabalha com o giro lá embaixo e consome pouco combustível. *Viajou a convite da Anfavea
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de março de 2017