Lançamento

Fiat Toro: maior do que a Oroch, menor do que a S10

Picape será lançada em fevereiro de 2016 e tem quase cinco metros de comprimento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/10/2015 12:21 Marília Parente /Diario de Pernambuco
É assim a nova picape da Fiat, a Toro, que será o segundo automóvel produzido na fábrica pernambucana de Goiana. Com 4,91 metros de comprimento, o carro tem capacidade de carga para até uma tonelada e vem com a proposta de fazer tanto sucesso quanto a irmã menor, a Strada. Por ser picape, o modelo tem desconto no IPI e enquanto o Renegade paga 11%, a Toro será 8%. A montadora publicou a imagem oficial após alguns flagras publicados, como aqui no Diario de Pernambuco. Na dianteira, chama atenção a grade imponente e o conjunto de faróis esportivos bem destacado. Embora não tenha sido divulgada imagem da traseira, percebe-se que mantém o padrão irreverente da área frontal, que possui faróis invadindo a lateral do carro.
Primeira imagem da picape sem camuflagem mostra esportividade no visual - Fiat/divulgação Primeira imagem da picape sem camuflagem mostra esportividade no visual
A Fiat foi econômica nas informações, mas adiantou que a picape média terá lugar para cinco ocupantes, "com conforto de um automóvel de luxo". Assim, a Toro de quase 5 metros sairá de Goiana para assombrar a concorrente Duster Oroch, que possui comprimento de 4,69 metros e inaugurou um segmento de picapes "quase médias" - num patamar acima das compactas, como a Fiat Strada. Ambas tem base visual em SUV: a Oroch da Duster; a Toro do Renegade. A Oroch teve plataforma alongadas, com distância entre-eixos maior do que o SUV, o que também é esperado na Toro. O modelo de entrada da picape da Fiat nascerá com rodas de aço e será mais simplista por dentro. A expectativa é que a versão de entrada da Toro custe R$ 70 mil. O modelo, com previsão de lançamento para o início de 2016, chegará com motor 1.8 E.torQ EVO, que rende 132 cavalos com etanol, além de câmbio manual e tração 4x2. Já o topo de linha será movida pela propulsão 2.0 turbodiesel de 170 cv, com câmbio automático de nove marchas e tração 4x4, pelo preço R$ 125 mil.

Tags: mercedes

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
21 de julho de 2017
20 de julho de 2017