Comportamento

Novo motorista é forjado pelos pacotes multimídia e smartphones

Segundo Ibope, 80% dos usuários de smartphones olham para a tela do aparelho pelo menos uma vez a cada 30 minutos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/09/2015 11:10 Marília Parente /Diario de Pernambuco

De todos os municípios brasileiros, o Recife é o que toma mais o tempo de seus cidadãos no trânsito. Em média, cada deslocamento na cidade leva inclementes 55,6 minutos. Com o mundo ao alcance de um clique, não há mulher ou homem contemporâneo que não sucumba à tentação de espiar o celular no engarrafamento, quando o fluxo se torna lento e tedioso. De cabeça baixa, o novo motorista, acomodado em seu carro repleto de pacotes multimídia para proporcionar a conexão com dispositivos móveis, é mais desatento à via e, consequentemente, mais propenso a sofrer acidentes.

 

Saulo bateu o carro enquanto conferia o Watsapp - Julio Jacobina/DP/D.A PRESS Saulo bateu o carro enquanto conferia o Watsapp
 

 

O comerciante Saulo Mendonça que o diga. "Eu parei no sinal e pus o pé no freio. Comecei a conversar no Whatsapp e, quando notei que o carro da frente andou cerca de um metro, fui atrás, ainda concentrado no celular. Não vi na hora que ele freiou e acabei batendo", conta. O seguro cobriu todo o prejuízo. Saulo sabe que deu sorte. "Aprendi da melhor forma. Hoje em dia só me comunico pelo sistema de alto-falantes. Não aconteceu nada grave, mas imagina se tivesse uma pessoa passando na minha frente naquela hora?", reflete.

Segundo o diretor de fiscalização do Detran-PE, Sérgio Lins, o motorista que trocar mensagens pelo celular enquanto dirige pode ser enquadrado nas infrações médias "dirigir veículo utilizando-se de telefone celular" e "dirigir com uma das mãos". Mas calma. Se você é daqueles que não abre mão de aplicativos que auxiliam no trânsito não é preciso largá-los. "O ideal é utilizar essas ferramentas antes de começar a conduzir, mas se for preciso checá-los, isso jamais pode acontecer com o carro em movimento. Por uma questão de segurança, o correto é parar em um local permitido para acesssá-los", orienta.

 

Os números

 

BRASILEIROS X SMARTPHONES

- Brasileiros passam 3h39 horas do dia navegando na internet, mais tempo do que dedicam à TV. (Ibope)
- Cerca de 54,5 milhões de smartphones foram comercializados no país em 2014, 55% a mais do que em 2013. Isso corresponde a 104 smartphones vendidos por minuto. (IDC Brasil)
- A principal razão (67%) para adquirir um smartphone é a necessidade de se manter conectado o tempo todo. Para 50%, a conveniência para fazer várias coisas ao mesmo tempo é o motivo apontado, enquanto 30% compram o aparelho para acessar as redes sociais. O uso da Internet nos smartphones é citado pela maioria dos entrevistados, e as principais razões são envio de mensagens online (61%), trabalho (26%) e estudo (13%). (Ibope)

VÍCIO 

 

36% dos usuários checam os smartphones a cada 5 minutos nos dias de semana
24% a cada 15 minutos
20% checa de meia em meia hora
Ou seja: em geral, 80% dos usuários olham para a tela do aparelho pelo menos uma vez a cada 30 minutos. (Ibope)

 

Desvio de atenção

 

Thiago sabe que fica mais desatento à via por causa do smartphone  - Brenda Alcantara/DP/DA PRESS Thiago sabe que fica mais desatento à via por causa do smartphone
 

 

O empresário Thiago Martins digitava uma mensagem no trânsito lento quando bateu na traseira de um carro. Desde então, se esforça para evitar conferir o celular enquanto dirige. "Já se tornou vício. Parou o carro, coloco logo a mão no celular. Sei que fico mais desatento usando o aparelho. Chego a andar uns 100 metros sem perceber por onde passei", comenta. Para a presidente do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran-PE), Simíramis Queiroz, é crescente o número de motoristas que desvia a atenção da via para utilizar os celulares. "Toda a legislação de trânsito é trabalhada nas auto-escolas. Os habilitados já conhecem as regras, então falta conscientização. É preciso entender que o trânsito é um espaço de convivência em que todos transitam, que precisa ser respeitado", afirma.

Com o mesmo veneno
Para combater a dispersão dos motoristas com os aparelhos celulares, o Ministério das Cidades lançou o aplicativo "Mãos no Volante". Ele oculta as chamadas enquanto o motorista estiver dirigindo e envia mensagens para quem realizou a ligação, avisando que o destinatário está dirigindo. No final da viagem, o motorista poderá conferir as chamadas perdidas. A ferramenta está disponível para download gratuito, que pode ser feito pelo computador ou sistema Android.

 

App omite chamadas enquanto motorista dirige - Reprodução da Internet App omite chamadas enquanto motorista dirige

 

 

Tags: jogo

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
22 de maio de 2017
19 de maio de 2017
18 de maio de 2017