Comportamento

Artista faz quadros com a poeira dos carros

Americano Scott Wade cria telas nos vidros sujos, desenhando personalidades e reproduzindo obras de arte famosas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/08/2015 14:22 Marília Parente /Diario de Pernambuco
Wade já homenageou o futebolista brasileiro Ronaldinho Gaúcho  - Divulgação Wade já homenageou o futebolista brasileiro Ronaldinho Gaúcho


O que você faz ao esbarrar com um carro empoeirado? Deixa um recadinho de "me lave" para dono? O artista americano Scott Wade teve uma ideia bem melhor. Nascido no estado do Colorado, Wade mora na cidade de Wimberly, Texas, onde é comum ver a lataria e os vidros dos veículos cobertos de poeira. Foi daí que surgiu a iniciativa de a manipular o pó, utilizando as mãos e alguns pincéis, para desenhar personalidades, paisagens, além de reproduzir obras famosas.



Conhecido como "The Da Vinci of Dust" (o Da Vinci da Poeira), Wade já expôs em feiras de arte em todo o mundo, mas ainda surpreende alguns felizardos ao pintar em carros estacionados na rua. Segundo ele, o melhor da "Dirty Car Art" (Arte do Carro Sujo) é "mudar a nossa percepção do que é bonito e do que não é bonito".

Artista ao lado de uma de suas obras - Divulgação Artista ao lado de uma de suas obras


O artista afirma que prefere criar telas a partir de poeira natural, que "muitas vezes sugere coisas para desenhar", mas sentiu a necessidade de criar uma técnica para produzir o resíduo articificialmente. "Quando se voa para um evento, nem sempre se têm acesso a carros com muita poeira", comenta em seu website. Depois de alguns experimentos, ele descobriu que óleo, secador de cabelo e um saco de sujeira muito fina dão um resultado semelhante ao da terra impregnada na carroceria.

Assista a Wade pintando:

Tags: challenger

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
19 de outubro de 2017